fbpx
Cuide-se Sorocaba e Região

Casos de sarampo em Sorocaba chegam a 40 confirmados em 2019

O aumento foi de 21,21% em relação ao boletim epidemiológico anterior, divulgado em 23 de setembro
Casos de sarampo em Sorocaba chegam a 40 confirmados em 2019
Dentre os casos confirmados, 24 (60%) são do sexo masculino. Crédito da foto: Fábio Rogério (12/8/2019)

Os casos de sarampo em Sorocaba subiram de 33 para 40 em 2019. Em uma semana foram sete a mais e a Secretaria da Saúde (SES) afirma que “o momento é considerado epidêmico para a doença”.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (1) pela Secretaria Municipal da Saúde (SES). O aumento foi de 21,21% em relação ao boletim epidemiológico anterior, divulgado em 23 de setembro.

Todos os casos de sarampo foram confirmados por exame laboratorial. De acordo com a SES, outros 100 aguardam resultados.

Segundo a SES, dentre os casos confirmados, 24 (60%) são do sexo masculino. Os pacientes têm média de idade de 13 anos.

Ainda segundo a pasta municipal, os casos de sarampo em Sorocaba estão com maior incidência na região leste de Sorocaba. Entretanto, os casos confirmados estão distribuídos em todas as áreas do município: oeste (14) e norte (10).

Leia mais  Pneumonia é a principal causa das mortes de crianças menores de 5 anos

Vacina é a melhor prevenção

A SES orienta que a vacina é a melhor forma de proteção da doença. A vacinação foi estendida para crianças a partir de seis meses a 11 meses de idade, além das doses de rotina aplicadas aos 12 e 15 meses de idade.

Todas as pessoas de 1 a 29 anos devem ter comprovação de duas doses de vacina. Já os indivíduos de 30 a 59 anos, uma dose de vacina contra o sarampo.

Pessoas acima de 60 anos não necessitam comprovação de vacinação, pois em geral tiveram contato com o vírus na infância. Portanto, são consideradas imunes.

Campanha Nacional

No período de 7 de outubro a 25 de outubro será realizada campanha nacional de vacinação com foco na prevenção do sarampo. Será destinada às crianças não vacinadas de seis meses a menores de cinco anos (4 anos, 11 meses e 29 dias). Haverá também dia D de mobilização nacional no dia 19 de outubro.

Leia mais  Avanço de casos de dengue deixa Sorocaba em alerta para a doença

Entre 18 e 30 de novembro será realizada a vacinação de adultos jovens não vacinados na faixa etária de 20 a 29 anos de idade. O dia D de mobilização nacional será em 30 de novembro para essa faixa etária.

A SES orienta ainda que é de extrema importância que as pessoas que apresentem febre, exantema (manchas vermelhas no corpo) associados a sintomas respiratórios, procurem atendimento médico. Elas devem seguir as orientações de afastamento do convívio social enquanto estiverem no período de transmissão (6 dias antes do exantema até 4 dias após). (Ana Cláudia Martins)

Comentários