Buscar no Cruzeiro

Buscar

Pandemia

Por enquanto, máscaras continuam

21 de Outubro de 2021 às 00:01
Da Redação [email protected]
Uso de máscara para proteção contra o coronavírus.
Uso de máscara para proteção contra o coronavírus. (Crédito: Ricardo Wolffenbuttel / Governo de SC)

O governo de São Paulo estuda manter o uso obrigatório de máscara facial para situações específicas, mesmo após o fim da pandemia. Segundo João Gabbardo, coordenador executivo do Centro de Contingência da Covid-19, o comitê enviará nos próximos dias uma recomendação formal à administração estadual sugerindo que a medida seja aplicada, a princípio, ao menos em ambientes hospitalares.

Em coletiva de imprensa na tarde de ontem (20), Gabbardo não especificou se a medida será aplicada a outras situações e ambientes. Ele também descartou por ora que a obrigatoriedade do uso de máscaras seja suspensa no Estado, “apesar de os números estarem muito positivos”.

“Estamos passando por momento de transição no Plano São Paulo, com flexibilização importante. como volta às aulas, liberação de público em eventos esportivos e culturais, etc. Temos que acompanhar qual será o impacto dessas modificações nos indicadores”, disse ele.

Segundo Gabbardo, o Centro de Contingência continua analisando o assunto, mas ainda não definiu uma data para a suspensão do uso de máscara. Isso, continuou, vai depender de uma análise de fatores relacionados à transmissibilidade da doença e à cobertura vacinal. Mas a ideia é que o fim da obrigatoriedade do equipamento de proteção seja feito gradualmente, começando pela retirada do uso de máscara em lugares abertos, ao ar livre, e sem aglomeração. (Da Redação)