Exterior

OMS vai à China para buscar a origem do novo coronavírus

Ação acontece seis meses após o surgimento dos primeiros casos
OMS vai à China para buscar a origem do novo coronavírus
Ghebreyesus não especificou detalhes sobre a missão. Crédito da foto: Fabrice Coffrini / AFP

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está se preparando para enviar uma equipe à China para determinar a origem do novo coronavírus, anunciou ontem seu diretor-geral, Tedros Adhanom Ghebreyesus. A ação acontece seis meses após o surgimento da doença que já deixou mais de 500 mil mortos pelo mundo.

A agência especializada da ONU pressiona a China desde o início de maio para convidar seus especialistas para investigar a origem animal do novo coronavírus.

“Poderemos combater melhor o vírus quando soubermos tudo sobre o vírus, incluindo como ele começou. Enviaremos uma equipe para a China na próxima semana para nos prepararmos para isso, e esperamos que nos ajude a entender como o vírus começou e o que podemos fazer no futuro para nos preparar”, disse em entrevista coletiva.

Tedros não especificou a composição da equipe ou em que consistirá a missão.

Os cientistas acreditam que o coronavírus, que já matou mais de meio milhão de pessoas em todo o mundo e infectou mais de 10 milhões, passou de um animal para o homem e surgiu na China no final do ano passado, possivelmente no mercado da cidade de Wuhan, que vendia animais selvagens como alimento.

Leia mais  OMS reconhece provas de que o vírus é transmitido pelo ar

A pandemia de Covid-19, relatada pela primeira vez há seis meses na China, está longe de ter terminado e “inclusive está acelerando”, alertou o porta voz da entidade. (AFP)

Comentários