Covid-19 Exterior

Mortes por coronavírus na Espanha ultrapassam 4 mil

O aumento no número de mortes em 24 horas foi de 19%, menor que no dia anterior
A propagação da epidemia nos últimos dias saturou os hospitais do país. Crédito da foto: Oscar del Pozo / AFP

A pandemia do novo coronavírus provocou mais 655 mortes na Espanha, país que já registra 4.089 vítimas fatais e 56.188 casos confirmados, anunciou nesta quinta-feira (26) o Ministério da Saúde em seu balanço diário.

O aumento no número de mortes em 24 horas foi de 19%, menos que na quarta-feira (+27%), quando o país registrou 738 óbitos.

A Espanha é o segundo país do mundo com mais vítimas fatais da Covid-19, atrás apenas da Itália e na frente da China, onde a pandemia teve início.

Metade das mortes no país (2.090) aconteceu na região de Madri, a mais afetada. Os novos casos confirmados desta quinta-feira são 8.578, 18% a mais que na quarta-feira.

Ao mesmo tempo, o ministério anunciou que 7.015 pessoas foram curadas, 30% a mais que na quarta-feira, e 3.679 pacientes precisaram até o momento de internação em unidades de terapia intensiva (UTIs).

A propagação da epidemia nos últimos dias saturou os hospitais do país, onde os profissionais da área da saúde trabalham em um clima de grande tensão para administrar o fluxo de pacientes.

“As emergências estão sobrecarregadas no  momento”, afirmou à AFP por telefone Jorge Rivera, porta-voz do hospital de Leganés, perto de Madri. (AFP)

Comentários