Exterior

Governo chinês pede a indústrias principais que retomem produção

Em razão da decisão de Pequim de estender o feriado de ano-novo lunar numa tentativa de conter a disseminação do novo coronavírus
Governo chinês pede a indústrias principais que retomem produção
Centro comercial em Pequim praticamente deserto. Crédito da foto: Greg Baker / AFP (11/2/2020)

O governo da China pediu nesta terça-feira (11) que as principais indústrias ligadas à economia nacional e à subsistência da população voltem a produzir imediatamente. A solicitação ocorreu depois de suspenderem as atividades em razão da decisão de Pequim de estender o feriado de ano-novo lunar numa tentativa de conter a disseminação do novo coronavírus.

Segundo o secretário-geral da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR), Cong Liang, a produção de máscaras no país, por exemplo, está em 76% da capacidade total. “Ainda há um quarto de fabricantes de máscaras que não retomaram os trabalhos”, comentou Ou Xiaoli, diretor de desenvolvimento da CNDR.

Ou acrescentou que o governo vai ajudar empresas de indústrias-chave a resolver problemas de produção e a operar no máximo da capacidade e 24 horas por dia. A produção e processamento de grãos na China está atualmente em 94,6% da capacidade e a mineração de carvão, em 57,8%, detalhou o diretor.

Já He Qinghua, representante da Comissão Nacional de Saúde, disse que a situação geral da epidemia fora da província de Hubei, epicentro da doença, tem mostrado tendência de desaceleração. As autoridades chinesas disseram ainda acreditar que as fábricas vão acelerar a retomada das operações à medida que a epidemia perder força. Fonte: Dow Jones Newswires. (Estadão Conteúdo)

Leia mais  Coronavírus: total de mortos na China continental sobe para 908
Comentários