Exterior

Ghosn deixa centro de detenção em Tóquio após pagamento de fiança

O ex-executivo saiu do local por volta das 10h20
Ghosn estava preso desde o dia 4 – Foto: Behrouz Mehri/AFP (25/04/2019)

O ex-presidente da Renault-Nissan, Carlos Ghosn, deixou a prisão no centro de Tóquio nesta quinta-feira (25), após o pagamento de fiança, onde estava detido desde 4 de abril, acusado de fraude. Um tribunal autorizou a libertação do ex-executivo sob a condição do pagamento de uma fiança de 500 milhões de ienes (4,5 milhões de dólares).

Leia mais  Kim pede a Putin para resolverem juntos questão nuclear

 

O ex-executivo saiu do local por volta das 10h20 no horário de Brasília, cercado de guardas, diante das câmeras da imprensa e seguiu para um carro. (AFP)

Comentários
Assuntos

CLASSICRUZEIRO