Economia Exterior

Bolsas de NY fecham em alta, mesmo sem definição no Senado sobre pacote fiscal

Entre os indicadores divulgados, o índice de atividade industrial subiu para 59,5 em dezembro
Bolsa em alta. Crédito da foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

As bolsas de Nova York fecharam o pregão em alta nesta quarta-feira, 30, com investidores ajustando os portfólios antes do fim de 2020 e a liquidez reduzida no penúltimo pregão do ano. O foco do mercado se manteve no Senado dos Estados Unidos, onde o projeto que eleva os pagamentos individuais do pacote fiscal de US$ 600 para US$ 2 mil está parado, depois de ter passado na Câmara dos Representantes.

O Dow Jones subiu 0,24%, a 30.409,56 pontos, na máxima histórica de fechamento, o S&P 500 avançou 0,13%, a 3.732,04 pontos, e o Nasdaq registrou ganho de 0,15%, a 12.870,00 pontos.

“Os ventos favoráveis fundamentais que impulsionaram o mercado a níveis históricos ainda estarão presentes na próxima semana e ao longo de 2021”, afirma o chefe de estratégia de investimento da Haverford Trust, Hank Smith. “Política monetária extraordinária, estímulo fiscal extraordinário, uma economia que está prestes a crescer”, resume.

Leia mais  Países fecham ano com nível recorde de dívidas

Em meio ao imbróglio no legislativo americano, a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, acusou os republicanos de “negar as dificuldades que povo americano está enfrentando agora”. A democrata pediu que o líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, que interrompesse sua “obstrução” e colocasse em votação o projeto que aumenta os auxílios de US$ 600 para US$ 2 mil para quem ganha menos de US$ 75 mil por ano. A legislação conta com o apoio do atual presidente dos EUA, Donald Trump, e do futuro chefe da Casa Branca, Joe Biden.

No entanto, McConnell não cedeu e disse que só colocará o tema em votação se ele estiver vinculado a outras duas pautas, uma referente a fraude eleitoral e a outra às grandes empresas de tecnologia.

Avanço da Covid

O avanço da covid-19 nos EUA e no mundo gera temores, apesar do início do processo de vacinação, até porque o país vacinou menos pessoas do que projetava até o final de dezembro. Ontem, os EUA registraram o maior número diário de mortes pelo coronavírus desde o início da pandemia, 3.725, e também o primeiro caso de infecção pela nova variante do vírus descoberta no Reino Unido.

Entre os indicadores divulgados hoje, o índice de atividade industrial, medido pelo Instituto para Gestão da Oferta (ISM, na sigla em inglês), subiu de 58,2 em novembro para 59,5 em dezembro. Já as vendas pendentes de imóveis caíram 2,6% em novembro ante outubro.

Leia mais  Câmara de Sorocaba aprova contratação de empréstimo de US$ 56 milhões

No S&P 500, o subíndice de energia liderou as altas (+1,6%). As ações da Chevron subiram 0,85%, apoiadas pelo aumento nos preços do petróleo. Nos setores de tecnologia e serviços de comunicação, o papel da Apple caiu 0,85% e o do Facebook recuou 1,77%. (Iander Porcella/Agência Brasil)

Comentários