Exterior

Biden tenta unir pais e filhos separados por ação de Trump

Os pais das crianças muitas vezes não falam inglês e não têm acesso aos canais formais de interlocução com os EUA

O governo americano promete encontrar as famílias de centenas de crianças que foram separadas de seus parentes ao chegarem aos Estados Unidos pela fronteira com o México. Ontem, o presidente Joe Biden assinou ordens executivas que mudam a política de imigração imposta por seu antecessor, Donald Trump. Entre as medidas, está a criação de uma força-tarefa para unir pais e filhos separados por agentes de imigração.

A separação de famílias em larga escala se tornou um escândalo no início do governo Trump, com a política de “tolerância zero” à imigração ilegal. A forçatarefa de Biden tem a missão de encontrar a família de cerca de 600 crianças que continuam separadas de seus pais ou parentes.

“Cada geração de imigrantes tornou nossa nação mais forte. Nossa diversidade é uma das nossas maiores fortalezas”, disse Biden. Pelo menos 5,5 mil famílias foram separadas pelo serviço de imigração — em 2018, a Justiça proibiu o procedimento.

Leia mais  Encontro discute como produzir mais vacinas

Os pais das crianças muitas vezes não falam inglês e não têm acesso aos canais formais de interlocução com os EUA por terem sido deportados a seus países de origem ou permanecerem em situação irregular no território americano.

A maioria das famílias separadas migra do México ou de países da América Central. (Estadão Conteúdo)

Comentários