Exterior

Nasa quer saber por que houve o fracasso na decolagem da Soyuz

A nave Soyuz MS-10 decolou com o russo Alexei Ovchinin e o astronauta da Nasa Nick Hague a bordo
Depois da falha mecânica, os dois astronautas que tripulavam a Soyuz foram resgatados pelos grupos de salvamento . Crédito da foto: Bill Ingalls/Nasa/EFE/Agência Brasil

A Nasa anunciou que abrirá uma investigação “exaustiva” sobre o fracasso na decolagem da nave russa Soyuz MS-10, que teve de voltar nesta quinta-feira (11) à Terra após sofrer uma falha em um de seus propulsores, quando se dirigia para a Estação Espacial Internacional (EEI).

Depois da falha mecânica, os dois astronautas que tripulavam a Soyuz foram resgatados pelos grupos de salvamento e levados ao hospital para fazerem exames médicos, embora estejam em “boas condições”, de acordo com a agência espacial da Rússia, a Roscosmos.

“A segurança da tripulação é a máxima prioridade para a Nasa. Será feita uma investigação exaustiva sobre a causa do incidente”, afirmou em comunicado a agência espacial americana pouco depois do fato. A Nasa detalhou nessa nota que o administrador da agência, Jim Bridenstine, e sua equipe “estão avaliando a situação cuidadosamente”.

Leia mais  Adiamento dos Jogos custará US$2,8 bilhões aos japoneses

A nave Soyuz MS-10, que decolou nesta quinta-feira (11) com o russo Alexei Ovchinin e o astronauta da Nasa Nick Hague a bordo, teve de retornar e aterrissar no Cazaquistão por causa de uma falha no propulsor quando se dirigia para a EEI. (Agência EFE/Agência Brasil)

Comentários