Esporte São Bento

Zezinho diz que Bentão não pode se preocupar só com rivais de baixo

"Temos jogos difíceis com times que estão lá em cima e precisamos vencer”, declarou o meio-campista
O campeonato é um só
Meia diz que o time tem sempre de pensar em vencer – Foto: Emídio Marques

Com nove jogos até o fim da Série B — projetando pelo menos três vitórias para fugir do rebaixamento –, o meia Zezinho descarta a ideia de que o São Bento deve “dividir” a competição e considerar como “seu campeonato” apenas os duelos contra rivais que não ocupam as primeiras posições da tabela. Depois de perder para o líder Fortaleza na última rodada, o Bentão volta a campo nesta sexta-feira contra o quinto colocado, o Guarani, no CIC, com a missão de quebrar a sequência de três jogos sem vitória. Para isso, Zezinho acredita que o momento é de não pensar no bom momento vivido pelo adversário.

Leia mais  Para ficar em casa, Fortnite é a opção da Magnus ao sorocabano

 

“Na Série B são 20 equipes e se pensarmos que nosso campeonato é só com adversários da parte de baixo da tabela, não vamos nos livrar nunca. Temos jogos difíceis com times que estão lá em cima e precisamos vencer, independentemente de jogarmos em casa ou não”, declarou o meio-campista que, mesmo com pouco tempo no clube, vem ganhando oportunidades no time titular.

Além de Fortaleza e Guarani, o Bentão terá o Londrina fora de casa pela frente na próxima semana e Zezinho acredita que de agora em diante todo jogo será decisivo. “É uma sequência difícil, mas não tem mais jogo fácil. Quem está lá em baixo briga para não cair e quem está em cima quer o acesso”, disse.

Na terça (2), o técnico Marquinhos Santos comandou o treino do Azulão no CT Fazenda dos Ipês e, nesta quarta-feira (3), a equipe se concentra para encarar o Bugre. Além de Éverton Silva suspenso, o São Bento não contará com Samuel Santos e Joãozinho, ambos com lesão na coxa direita. Samuel já se submeteu a exames e aguarda o resultado para saber a gravidade da contusão, enquanto Joãozinho já está em fase de recuperação, o que ainda deve durar entre sete e 10 dias. Com uma virose, o atacante Ronaldo também não participou da atividade de terça.

Comentários