Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Vitória encerra jejum de 5 jogos sem ganhar e bate o Atlético-MG em casa

26 de Agosto de 2018

O Galo saiu derrotado para o Vitória pelo placar de 1 a 0. Crédito da foto: Romildo de Jesus/Futura Press/Folhapress).

O Atlético-MG foi a Salvador e perdeu uma boa oportunidade de se aproximar dos primeiros colocados. Em uma partida com muitos gols perdidos neste domingo (26), o Galo saiu derrotado para o Vitória pelo placar de 1 a 0. O único gol da partida foi marcado por Léo Ceará, no segundo tempo. Com este resultado, o Vitória se reencontrou com os triunfos após cinco rodadas, além de deixar a zona de rebaixamento. O Galo perdeu uma ótima chance de se reaproximar do Grêmio e do Palmeiras, estaciona na sexta colocação com 34 pontos e já vê o rival Cruzeiro uma posição abaixo e com quatro pontos a menos.

O atacante Ricardo Oliveira teve a chance de colocar o Galo na frente assim que o jogo começou, mas exagerou na força. A zaga baiana saiu jogando errado e o artilheiro ficou sozinho de frente para o gol, mas puxou para o pé esquerdo e chutou para fora. Aos 33, Elias também teve outra ótima chance dentro da área, mas parou no goleiro Ronaldo. A defesa mais vazada do campeonato é do Vitória, mas o Atlético mostrou que seu sistema defensivo também não anda afiado. Com Gabriel e Maidana, o Galo passou apuros em alguns momentos. Desorganizados e errando passes bobos, os dois times deram sustos e contribuíram para um jogo de baixo nível técnico e sonolento na maior parte do primeiro tempo.

Embora não tenha construído tantas chances de perigo, o Vitória mostrou uma postura mais interessada em sair de campo vencedor no primeiro tempo. A equipe encontrou dificuldades para acertar a meta de Victor, mas teve mais apetite pelo gol e pecou na falta de pontaria. Aos 44 minutos, carimbou o travessão com Benítez e saiu para o intervalo aplaudido. Do lado visitante, o Atlético duas chances reais de balançar as redes, ambas geradas por bobeiras dos anfitriões, mas passou longe de fazer jus ao posto de melhor ataque do Brasileiro.

Como já é de praxe, Thiago Larghi trocou Nathan por Luan, e o Atlético respondeu no segundo tempo. O menino maluquinho deixou Elias em ótima condição, que quase fez um golaço. O volante ainda voltou a assustar minutos mais tarde, em outra jogada com a participação de Luan. Ricardo Oliveira, em um dia ruim, também foi outro que perdeu uma nova chance de inaugurar o placar.

O Atlético pressionava o Vitória e o gol mineiro parecia apenas questão de tempo. Mas, em um lance de contra-ataque, o Leão conseguiu sair na frente e tirar a corda do pescoço dentro de casa. Neílton roubou a bola de Chará e disparou para o campo de ataque. Lucas Fernandes finalizou cruzado na trave e Léo Ceará, meio sem querer, acabou tocando para as redes assim que a bola chegou aos seus pés. Gol salvador que encerrou o jejum de revés do Leão. (Folhapress)

VITÓRIA

Ronaldo; Jeferson, Ramon, Lucas Ribeiro e Benitez; Rodrigo Andrade (Willian Farias - 15'2ºT), Léo Gomes; Neilton, Yago (Bryan - 35'2ºT) e Rhayner (Lucas Fernandes - Intervalo); Léo Ceará.

T.: Paulo César Carpegiani.

ATLÉTICO-MG

Victor; Emerson, Gabriel, Maidana e Fábio Santos; José Welison (Lucas Cândido - Intervalo), Elias; Cazares, Chará e Nathan (Luan - Intervalo); Ricardo Oliveira (Denilson - 28'2ºT).

T.: Thiago Larghi.