Esporte

Sorocaba reencontra o Corinthians na final da LPF

No primeiro jogo, Sorocaba foi derrotada por 7 a 3
Hoje, tem de vencer e vencer
Leandro Lino revê seu ex-clube na final: ele ganhou os últimos dois títulos, um por cada time – Foto: Erick Pinheiro / Arquivo JCS (29/11/2018)

O Sorocaba Futsal entra em quadra nesta quinta-feira (6), às 19h15, no segundo jogo da final da Liga Paulista de Futsal (LPF), com a missão de vencer o Corinthians duas vezes no ginásio Wlamir Marques, em São Paulo. Depois da dura derrota por 7 a 3 em casa, na semana passada, a equipe comandada por Ricardinho viu a vantagem dos corintianos aumentar ainda mais, já que agora, além de vencer no tempo normal, Sorocaba precisa fazer o resultado também em uma eventual prorrogação, onde a vantagem do empate também é dos donos da casa.

O que dá uma dimensão da dificuldade é o fato de que, até agora, em 2018, Sorocaba e Corinthians se enfrentaram três vezes, todas no interior paulista, e em nenhuma delas o time de Falcão conseguiu vencer. Pela primeira fase das ligas Nacional e Paulista foram empates por 3 a 3 e 1 a 1, respectivamente, além da vitória alvinegra na última semana.

Leia mais  Sorocaba receberá competição solidária de crossfit

 

Para o técnico Ricardinho, do Sorocaba, isso mostra o equilíbrio entre os dois times. “São dois elencos de altíssima qualidade. O primeiro jogo foi equilibrado, mas acabou resolvido em três, quatro minutos. O Corinthians tem uma grande vantagem, até por jogar em casa, mas trabalhamos bem essa semana”, disse, em entrevista coletiva ontem, no Museu do Futebol, em São Paulo.

Já o ex-corintiano Leandro Lino, que foi campeão paulista pelo Alvinegro em 2016 e por Sorocaba em 2017, ressalta que é preciso “não atropelar” as etapas do jogo para sair com um resultado que permita a disputa do título no tempo extra. “É pensar no tempo normal para depois pensar na prorrogação. Trabalhamos muito forte essa semana, então temos de entrar focados. É fazer um bom jogo no Parque São Jorge, assim como o Corinthians foi e venceu na nossa arena.”

Com a motivação extra de buscar o título para coroar o final de carreira do craque Falcão, Sorocaba não poderá contar com o ala Pixote que, com uma lesão muscular, também não atuou no primeiro jogo. Autor de um gol no jogo de ida, o camisa 12 anunciou que irá se aposentar ao fim da temporada e quer pendurar as chuteiras com mais um troféu em sua galeria. Neste ano, ele conquistou o Mundial de Clubes mas, na Liga Nacional, parou com a equipe na semifinal, caindo diante do Pato.

Comentários