Esporte

São Paulo defende invencibilidade contra o Corinthians no Morumbi

A partida será válida pela sexta rodada do Campeonato Paulista de Futebol
São Paulo defende invencibilidade contra o Corinthians no Morumbi
O atacante Pato durante treino no C.T. do São Paulo. Crédito da foto: Facebook / São Paulo FC

O São Paulo defende uma invencibilidade de cinco jogos contra o Corinthians no Morumbi neste sábado (15), às 19 horas, quando os arquirrivais se enfrentam pela sexta rodada do Campeonato Paulista. São três vitórias e dois empates neste período.

A última vitória do Corinthians no estádio são-paulino foi no dia 16 de abril de 2017. À época, o São Paulo era comandado pelo técnico Rogério Ceni e foi superado por 2 a 0, no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Paulista.

Aquele clássico ficou marcado pelo episódio de fair play de Rodrigo Caio. O zagueiro se acusou em um lance com Jô, que se livrou do cartão amarelo que iria gerar uma suspensão na segunda partida pela semifinal. O corintiano jogou e fez o gol no empate por 1 a 1 que garantiu o time alvinegro na decisão.

Depois disso, naquele mesmo ano, São Paulo e Corinthians empataram por 1 a 1, no dia 24 de setembro, pelo Campeonato Brasileiro. Já em 2018 foram duas vitórias são-paulinas: 1 a 0, em 25 de março, pelo Paulistão, e 3 a 1, em 21 de julho, no Brasileirão. No ano passado, empate por 0 a 0 no Estadual, em 14 de abril, e triunfo do São Paulo por 1 a 0, em 13 de outubro, no Nacional.

Mistério no São Paulo

Para o clássico deste sábado (15), o técnico Fernando Diniz faz mistério em relação ao time que vai colocar em campo. Os treinos foram fechados.

A única certeza é que o treinador terá pela primeira vez Antony e Igor Gomes à disposição. Os dois voltaram da seleção brasileira sub-23 que garantiu vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Leia mais  Inter anuncia prorrogação do contrato de Guerrero até o final de 2021

 

O ajuste final no time nesta sexta-feira (14) contou com atividades físicas, técnicas e táticas, além de cobranças de bolas paradas e diversas orientações do treinador sobre o adversário. Ao todo, o treino durou aproximadamente duas horas.

O São Paulo quer se recuperar da derrota para o Santo André por 2 a 1, no último domingo, no ABC paulista. O resultado tirou o time da liderança e da zona de classificação, sendo ultrapassado por Inter de Limeira e Mirassol. (Estadão Conteúdo)

Comentários