São Bento

São Bento não mostra capacidade de reação no Brasileiro da Série B

Após a derrota para o Guarani, o presidente Márcio Rogério Dias bancou o técnico Doriva no comando da equipe
Time sob desconfiança
Para o presidente, demitir Doriva “seria uma ignorância”. Crédito da foto: Fábio Rogério/ Arquivo JCS (3/7/2019)

O São Bento não vence há sete jogos e, com sete derrotas, faz da zona do rebaixamento da Série B parte do seu cotidiano. O torcedor sorocabano desconfia da capacidade de o Bentão reagir desde a queda para a Série A2 do Paulistão, no primeiro semestre.

Após a derrota para o Guarani (1 a 0), na noite de sexta-feira, o presidente Márcio Rogério Dias bancou o técnico Doriva no comando da equipe. Mas, em todas as segundas-feiras a diretoria do São Bento se reúne para fazer uma avaliação do trabalho de todo o departamento de futebol — e amanhã não será diferente.

“Seria até um ignorância da minha parte (demitir o treinador). Estou trazendo jogadores com a anuência do treinador. Eu acompanho os treinos, o trabalho, as preleções. Não acredito que o problema seja o técnico. Talvez seja preciso fazer uma cobrança maior aos jogadores”, falou Márcio Rogério.

E Doriva falou sobre a situação que vive no comando do São Bento. “Poucos dirigentes agem da maneira que o Márcio tem agido. Ele tem acompanhado e vê como nós trabalhamos. Infelizmente as coisas não tem acontecido, mas ele tem dado o suporte. Eu estou motivado, óbvio que abatido após o jogo, mas temos que sacudir a poeira e olhar para a frente”, explicou.

Leia mais  São Paulo vence Fluminense nos acréscimos e sobe para o G-4

 

No ano, o time venceu apenas três partidas. O presidente e a diretoria têm sido alvo de protestos de torcedores. Após a derrota para o Guarani, em Campinas, o mandatário beneditino falou sobre a crise que passa o São Bento e o seu trabalho na direção.

“Precisamos rever o conceito. A gente tem dois dias para pensar, jogadores devem chegar para a comissão técnica. Se eu for o problema, não tem problema nenhum, eu saio. Mas eu não jogo, eu faço tudo o que está ao meu alcance. Falhas individuais vêm nos custando caro”, relatou.

A próxima partida do São Bento será na terça-feira, em Sorocaba, contra o Criciúma, às 20h30. Para a partida, o atacante Zé Roberto e o zagueiro e capitão Guilherme Mattis cumprem suspensão automática por terem sido punidos pelo terceiro cartão amarelo contra o Guarani. (Zeca Cardoso)

Comentários

CLASSICRUZEIRO