São Bento

Com 1º tempo ruim, São Bento empata em casa com o Red Bull

Placar de 1 a 1 contra o vice-lanterna mantém o Azulão fora da zona de classificação à próxima fase
Sob vaias, São Bento empata com o Red Bull por 1 a 1 no CIC
Empate em casa com o Red Bull, vice-lanterna da Série A2, foi ruim para o São Bento. Crédito da Foto: Fábio Rogério (8/2/2020)

O São Bento empatou por 1 a 1 com o Red Bull Brasil neste sábado (8), no Estádio Municipal Walter Ribeiro (CIC), pela quinta rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Resultado ruim para o Azulão em termos de tabela, pois o time fica na 12ª posição, com cinco pontos, a dois da zona de classificação, enquanto o Toro Loko é o vice-lanterna, com três.

Leia mais  São Bento recebe o Red Bull no Walter Ribeiro neste sábado

 

Além disso, parece ter feito chegar ao limite a paciência do torcedor beneditino, que vaiou o time no final dos dois tempos (especialmente o primeiro) e o vê chegar à terceira rodada consecutiva sem ganhar. Tendo duas partidas como visitante pela frente: o Taubaté, na quarta-feira (12), às 20h, e a Portuguesa Santista, no domingo (16), às 10h.

O primeiro tempo teve dois lampejos de bom futebol do Azulão: aos 10′, Wellington Bruno cruzou para a área e Fábio Bahia tentou completar. Dois minutos depois, Bahia apareceu de novo: Erick Luis deu passe na esquerda e o volante chutou rasteiro.

Depois disso, o time parou de jogar. O Red Bull agradeceu: aos 26′, Cristiano lançou Chrigor pelas costas de Allan Vieira e Lucas Macanhan defendeu. O goleiro do Azulão nada pôde fazer três minutos depois: Iago Teles dominou na intermediária, passou fácil por Diego Tavares em jogada individual e chutou no canto esquerdo da meta beneditina, abrindo 1 a 0.

Ainda no primeiro tempo, o São Bento perdeu Erick Luís, que sentiu o músculo adutor da coxa e foi substituído pelo estreante Rafinha. “Não nos achamos e ficamos distantes do gol. Não pegamos na bola. Tá feio, muito ruim, nada do que se treinou a gente fez”, disparou Jheimy, à rádio Cruzeiro FM 92,3.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, Léo Condé colocou o garoto Pimentel no lugar de Doriva. Com isso, Diego Tavares foi adiantado, Thiago Primão foi para o meio e a ala ficou com o garoto que veio da categoria de base e fez boa atuação.

O Azulão começou a se acertar, mas ainda tomou sustos. Aos 3′, Lucas Macanhan salvou o Azulão em chute cruzado de Iago Teles. No rebote, Pablo Thomaz encheu o pé e o arqueiro fez novo milagre. Dois minutos depois, o camisa 30 se destacou novamente, barrando lance de Chrigor dentro da área.

O São Bento quase empatou aos 18′, em cabeceio de Adalberto que gerou uma confusão dentro da área e Jhonatan afastou. Finalmente, aos 34′, Pimentel deu um bote no adversário e Fábio Bahia lançou Diego Tavares. Ele cruzou a bola, de perna direita, na cabeça de Jheimy — que cabeceou e acertou o canto direito de Jordan. A bola ainda resvalou na trave antes de entrar.

Apesar da superação pelo empate no segundo tempo, o time saiu de campo sob reclamações. Alguns torcedores foram ao alambrado para protestar e o zagueiro Flávio Boaventura trocou ofensas e gestos com eles. Na coletiva, o técnico Léo Condé concordou que o time fez o pior jogo do campeonato até agora: “No primeiro tempo o 1 a 0 foi lucro”. (Eric Mantuan)

São Bento 1 x 1 Red Bull Brasil

São Bento – Lucas Macanhan; Diego Tavares, Flávio Boaventura, Adalberto e Allan Vieira; Fábio Bahia, Doriva (Pimentel), Thiago Primão e Wellington Bruno (Matheus Guarujá); Erick Luís (Rafinha) e Jheimy. Técnico: Léo Condé

Red Bull – Jordan; Nhayson, Jhonatan, Luiz Felipe e Guilherme; Marquinhos (Marcel), Cristiano (Bruno) e Venicio; Pablo, Chrigor e Iago Teles (Patrick). Técnico: Vinícius Munhoz

Gols – Iago Teles, aos 29 minutos do 1º tempo (Red Bull), e Jheimy, aos 34’ do 2ºT

Cartões amarelos – Iago Teles (Red Bull)

Árbitro –­ Danilo da Silva (SP)

Público – 1.582 torcedores (total)

Renda – R$ 14.525 (renda bruta)

Local -­ Estádio Walter Ribeiro (CIC), em Sorocaba

Comentários