São Bento

São Bento constrói nova sede administrativa para deixar aluguel

Clube centra esforços no Complexo Humberto Reale para ter sua própria casa
São Bento em obras
Sede administrativa está sendo construída para centralizar serviços que hoje são prestados em casa alugada ao lado do CIC. Crédito da foto: Reprodução / Facebook

Reestruturação e reconstrução são palavras que entraram no vocabulário cotidiano por conta da pandemia do novo coronavírus. Todas essas ações serão necessárias no recomeço de uma sociedade que foi gravemente atingida por uma doença desconhecida. No futebol, as consequências já são sentidas. Clubes buscando readequação salarial, novas alternativas de renda e reformulando as maneiras de atuação. E nesse momento, o São Bento resolveu olhar para a sua própria estrutura.

Há algum tempo, a diretoria do Azulão realizava adequações no Complexo Humberto Reale, onde está localizado o Centro de Treinamentos Laor Rodrigues, na Vila Hortência. A intenção é que o local volte a ser a casa do time sorocabano. Os primeiros passos foram reativar o refeitório, construir quartos para o alojamento de atletas e a instalação de uma lavanderia industrial, visando diminuir os custos do cuidado com os uniformes e demais itens utilizados pelos jogadores.

Leia mais  #TBT: Estádio Humberto Reale

 

Um poço artesiano também está à disposição. A capacidade é de 10 mil litros de água por hora, e a principal função é a irrigação do gramado do campo de treinamento, que também passa por melhorias. Um para-raio foi instalado.

Mas a principal obra no momento é a construção da sede administrativa. Atualmente, o clube aluga uma casa ao lado do Estádio Walter Ribeiro (CIC), que abriga os funcionários do setor. O objetivo é centralizar tudo no Humberto Reale. “Resolvemos fazer uma sede no Humberto Reale para voltarmos para a nossa casa. A casa do São Bento é no CT Laor Rodrigues. É previsto que até julho estará pronta a sede nova”, assegurou o vice-presidente beneditino Almir Laurindo.

Outro ponto importante é a regularização do complexo junto às autoridades. O clube, enfim, teve o Alvará de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) aprovado. A falta desta documentação travava o melhor uso da estrutura e das readequações.

Visando trazer mais segurança, câmeras de monitoramento foram instaladas, assim como um novo portão, que conta com um sistema de acesso digital. O ônibus do clube também deverá passar por um processo de revitalização. “O Humberto Reale estará sempre sendo construído. Temos bastante coisas para construir, nunca vão parar as obras lá. Se Deus quiser, com o torcedor do Bentão colaborando, a gente vai construir um novo lar para o São Bento”, finalizou Laurindo.

Leia mais  Nova etapa na reforma do prédio do Complexo Humberto Reale

 

Para viabilizar as obras, a direção do São Bento firmou parceiras com empresas, além de contar com a ajuda dos torcedores beneditinos por intermédio de doações e na compra de produtos oficiais, como máscaras e álcool em gel, que tem parte do valor direcionado à construção.

O torcedor interessado em adquirir as máscaras de proteção podem encomendá-las pelo telefone (15) 99108-8956. O álcool em gel já é vendido em diversos estabelecimentos comerciais da cidade. (Zeca Cardoso)

Comentários