fbpx
São Bento

São Bento cede virada ao Oeste e segue na zona do rebaixamento: 2 a 1

Com o resultado, Azulão permanece entre os quatro piores da competição nacional
Derrota para o Oeste em Barueri, por 2 a 1, mantém o São Bento na zona do rebaixamento da Série B. Crédito da Foto: Divulgação/ECSB

Mesmo ganhando um gol do adversário nos minutos iniciais da partida, o São Bento não conseguiu sair com a vitória contra o Oeste, nesta terça-feira (24), em Barueri, e foi derrotado por 2 a 1.
Com o resultado, o clube sorocabano permanece na zona do rebaixamento do Brasileiro Série B, na 18ª colocação, com 23 pontos.

O próximo compromisso do Azulão será no sábado (28), fora de casa, contra o CRB, às 21h.

Leia mais  É jogo de seis pontos em Barueri para o São Bento

 

Os primeiros minutos da partida eram de muita intensidade. As duas equipes com bastante velocidade e transições rápidas ofensivas. Mas o jogo acabava ficando nas intermediárias. E foi exatamente dessa posição que surgiu a primeira oportunidade do São Bento. Paulinho Boia cortou o marcador e bateu com categoria, mas a bola passou ao lado direito da trave de Luís Carlos.

Se a sorte não andava do lado do time sorocabano nos últimos jogos, no lance do gol beneditino, ela parece ter virado. O zagueiro Cléber Reis recuou de cabeça para Luís Carlos, o goleiro tentou dominar, mas não conseguiu e a bola passou por baixo do seu pé e morreu no fundo da rede. Mas a vantagem no placar durou pouco.

Apenas três minutos depois, em jogada de bola parada, o Oeste conseguiu o empate. Na cobrança de falta de Roberto, o atacante Fábio se posicionou entre o zagueiro Gérson e o lateral-direito Marcos Martins e cabeceou sem marcação, não dando chances para Renan Rocha fazer a defesa: 1 a 1.

Aos 25 minutos, o São Bento criou uma grande oportunidade. A jogada começou na defesa com Gérson. O zagueiro fez o passe para Marcos Martins, o lateral tocou para Dudu Vieira, o volante encontrou Zé Roberto, que rapidamente tocou para Paulinho Boia, o camisa 11 do Bentão rolou para Fábio Bahia apenas tocar para o fundo do gol, mas o camisa 5 pegou embaixo da bola e perdeu ótima chance.

A resposta do Oeste veio com o zagueiro Egon. O camisa 4 bateu com muita força na bola, que fez uma enorme curva, e obrigou o goleiro Renan Rocha, como se fizesse uma manchete no voleibol, a fazer uma grande defesa. No último lance da primeira etapa, mais uma vez na bola parada, o rubro-negro tomou a frente no placar. Élvin cruzou para Cléber Reis fazer 2 a 1.

Na segunda etapa, o São Bento ficou com a bola e buscou o ataque, mas parou no bloqueio defensivo do Oeste ou na cera dos adversários. O técnico do Bentão buscou modificar a formatação da equipe, inclusive trocou um volante, Fábio Bahia, por atacante, Minho, mas não surtiu efeito. (Da Redação)

Oeste 2 x 1 São Bento

Oeste – Luís Carlos; Betinho, Cléber Reis, Egon e Alyson; Thiaguinho, Matheus Jussa e Élvis (Gustavo Mosquito); Bruno Lopes (Mazinho), Fábio e Roberto (Wallace Bonilha). Técnico: Renan Freitas

São Bento – Renan Rocha; Marcos Martins, Gérson, Joílson e Guilherme Romão; Fábio Bahia (Minho), Paulinho, Dudu Vieira (Fernandes) e Rodolfo; Paulinho Boia (Caio Rangel) e Zé Roberto. Técnico: Milton Mendes

Árbitro – Vinícius Furlan (SP)

Gols – Cléber Reis (contra), aos 9 minutos do 1º tempo (São Bento); Fábio, aos 12 minutos do 1º tempo (Oeste), e Cléber Reis, aos 46 minutos do 2º tempo

Cartões amarelos – Betinho, Élvis, Matheus Jussa, Thiaguinho e Fábio (Oeste); Paulinho Boia, Dudu Vieira e Rodolfo (São Bento)

Público – 916 torcedores (público total)

Renda – R$ 14.940,00

Local – Arena Barueri, em Barueri

Comentários