São Bento

Lateral direita é um problema a menos para a equipe do São Bento

O técnico Doriva colocou o volante Pablo em algumas partidas para exercer a função, por falta de peças
Marcos Martins (de jaleco laranja, disputando bola com Guarujá) mostra segurança na posição. Crédito da foto: Emídio Marques / Arquivo JCS

A dispensa do lateral direita Bruno Moura e a suspensão do contrato de Régis deixaram o São Bento sem um jogador da posição no elenco. O técnico Doriva colocou o volante Pablo em algumas partidas para exercer a função, por falta de peças. Mas, com a chegada de Marcos Martins, parece que o problema foi solucionado.

Em três partidas até aqui, o jogador mostrou segurança e participou de dois jogos em que a defesa não sofreu gols: contra o Criciúma (na sua estreia, o clube venceu por 1 a 0) e o empate sem gols contra a Ponte Preta. Apesar da derrota para o Cuiabá na última partida, por 3 a 2, o lateral foi o autor de um gol e de uma assistência.

“A cada dia estamos entrosando mais com a rapaziada. Estou feliz com a minha atuação, mas triste pelo resultado que não veio. Eu trocaria a minha partida pela vitória. Temos que esquecer a derrota e procurar corrigir o que erramos. Já temos um jogo difícil contra o Paraná e buscarmos o mais rápido possível sair dessa situação”, falou Marcos Martins.

 

Leia mais  Ainda em busca de explicações, técnico Doriva precisa rever estratégia

A situação é a seguinte: o São Bento é o 19º colocado, com 13 pontos. Para sair da zona do rebaixamento precisa torcer para América-MG, que é o 18º com 14 pontos, e encara o Cuiabá, neste sábado (17), às 19h; e Vitória, 17º com 14 pontos, enfrenta o CRB, domingo (18), às 16h, não vencerem. Já que Guarani, o 20º com 13 pontos, e Vila Nova, o 16º com 15 pontos, duelam nesta sexta-feira (16), às 21h30.

O jogo contra o Paraná é neste sábado (17), às 11h, no CIC. Para essa partida e as próximas duas em casa, contra América-MG (28/8) e Figueirense (06/9), a diretoria repete a promoção de R$ 15,00 o combo para a arquibancada inferior. O apoio do torcedor, nesse momento, é importante para o elenco, não o protesto.

“Nós precisamos dar uma reposta, nós precisamos virar o jogo. Então, tudo o que vem de negativo, não podemos absorver. Por isso, a gente pede para o torcedor que nos apoie nesse momento. Nós precisamos deles. Eles são muito importantes. Tenho certeza que nós vamos dar a volta por cima”, destacou o lateral Marcos Martins. (Zeca Cardoso)

Comentários

CLASSICRUZEIRO