São Bento

Em Salvador, São Bento conquista primeira vitória na Série B

A equipe bateu o Vitória por 3 a 1, em pleno Barradão, pela quarta rodada da competição
Régis recebe a bola pela direita, chuta não tão forte, goleiro espalma e Fábio Bahia reverte: 2 a 1. Crédito da foto: Divulgação

Em tarde inspirada e que marca uma espécie de redenção para Régis, o São Bento conquistou os primeiros três pontos na Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe bateu o Vitória por 3 a 1, na tarde deste sábado (18), em pleno Barradão, em Salvador, pela quarta rodada da competição. Esta é a primeira vitória do técnico Doriva no comando do time e a segunda do Azulão em 2019, se somada a performance do Campeonato Paulista.

Na Série B, os sorocabanos ocupam a 12ª colocação, com quatro pontos. O Leão está em 15º, com três pontos.

Para os torcedores beneditinos que acompanharam o jogo em Sorocaba, pela TV ou rádio, a primeira metade da etapa inicial foi daquelas propícias para um bom cochilo, especialmente sob um dia nublado.

Foram poucas oportunidades criadas por ambos os times. Em compensação, depois dos 30 minutos, a partida demandou olhos bem abertos. Aos 33’, Zé Roberto puxou contra-ataque e passou para Régis bater de fora da área — o goleiro Lucas Arcanjo teve de intervir com um tapa para salvar a meta dos baianos.

Leia mais  São Bento enfrenta o Vitória e pede apoio da torcida para melhorar colocação

O cruel e velho ditado “quem não faz, toma” veio à tona na sequência. Em lance parecido com o anterior, o Vitória puxou um contra-ataque fatal com garotos revelados pela base.

Nickson colocou Ruan Levine em boas condições, ele esticou a bola, foi derrubado por Paulo Vitor e o árbitro marcou pênalti. Aos 36’, o próprio Nickson chutou muito mal, facilitando a defesa do goleiro do Azulão. O São Bento, porém, mal teve tempo para comemorar a defesa. No lance seguinte, Nickson voltou a ser protagonista ao cobrar o escanteio na cabeça de Felipe Garcia, que abriu o placar.

A reviravolta no confronto ficou para a segunda etapa, com Régis comandando a equipe azul e branca. Aos 9’, ele fez as vezes de ponta direita e conseguiu cruzar sob medida para Elton cabecear. A bola encobriu o goleiro do Vitória e “morreu” lentamente no fundo da rede.

Leia mais  Renan Rocha ganha sequência no gol e permanece como titular

Mais tarde, aos 33’, o São Bento saiu em velocidade, Régis recebeu pela direita e chutou sem tanta força, mas Lucas Arcanjo espalmou na cabeça de Fábio Bahia, que desempatou: 2 a 1. Ainda houve tempo para, no último lance do jogo, em contra-ataque de almanaque, Zé Roberto carregar e tocar para Régis, que driblou o goleiro e praticamente só empurrou para o gol vazio, dando números finais ao confronto.

O próximo compromisso do São Bento será diante do Oeste, no sábado (25), às 16h30, no Estádio Municipal Walter Ribeiro (CIC), em Sorocaba. Já o Vitória volta a campo contra o Atlético Goianiense no dia 26 (domingo), às 16h, no Estádio Antônio Aciolly. (Esdras Felipe Pereira)

 

Ficha técnica

Vitória – Lucas Arcanjo; Matheus Farinha (Wellison), Ramon, Everton Sena e Capa; Léo Gomes, Marciel e Nickson (Matheus Manga); Ruan Levine, Felipe Garcia e Neto Baiano (Anselmo Ramon). Técnico: Cláudio Tencati

Leia mais  Desempenho do São Bento na estreia agrada ao novo técnico

São Bento – Paulo Vitor; Bruno Moura, Wesley, Élton e Mansur; Fábio Bahia, Pablo (Cafu) e Paulinho (Fernandes); Minho (Doriva), Régis e Zé Roberto. Técnico: Doriva.

Gols – Felipe Garcia, aos 36’ do 1T (Vitória); Élton, aos 9’, Fábio Bahia, aos 33’, e Régis, aos 49’ do 2T (São Bento)

Cartões – Ruan Levine, Marciel (Vitória); Paulo Vitor, Fernandes e Zé Roberto (São Bento)

Árbitro – José Mendonça da Silva Júnior (PR)

Local – Estádio Barradão, Salvador (BA)

Público – 6.604 pessoas

Renda total – R$ 77.663,00

Comentários

CLASSICRUZEIRO