Esporte São Bento

São Bento se reapresentará em janeiro com mais da metade do elenco

Direção e comissão técnica do Bentão já anunciaram que pretendem trabalhar com um elenco mais enxuto em 2019
Sonho antigo do clube, o atacante Henan é uma das caras novas no Humberto Reale. Crédito da foto: Erick Pinheiro JCS

O São Bento deve se reapresentar para de fato iniciar a pré-temporada 2019 no dia 2 de janeiro com mais de metade do elenco à disposição do técnico Marquinhos Santos. Isso porque, entre chegadas e permanências, o clube já conta com cerca de 15 atletas para a disputa do Paulistão — além dos jogadores que vêm das categorias de base e também estarão no time que participa da primeira divisão do Estadual pelo quinto ano consecutivo. Direção e comissão técnica do Bentão já anunciaram que pretendem trabalhar com um elenco mais enxuto em 2019, o que indica um grupo com menos de 30 atletas. Algumas posições, no entanto, ainda se mostram carentes de nomes.

No gol e na zaga, tudo parece estar resolvido. Com a saída de Rodrigo Viana (contratado pelo Botafogo-SP, primeiro adversário do São Bento em 20 de janeiro) e Cleber Alves, o clube trouxe o experiente Renan e Mateus Pasinato, com bom retrospecto na Série B pelo Vila Nova-GO. Eles se juntam a Henal e Bruno, que subiu da base. A zaga, por sua vez, conta com a permanência da dupla titular formada por Anderson Salles e Éwerton Páscoa, além das chegadas de Diego Ivo e Wesley. Eles terão a companhia de Márcio, outro promovido da base e grande aposta para o futuro.

Nas laterais, ainda há uma vaga em aberto. Se pela esquerda o capitão Marcelo Cordeiro, que renovou, deve brigar pela titularidade com o recém-chegado Guilherme Romão, na direita Tony foi embora e ficou apenas Éverton Silva — ainda que Matheus Pimentel deva ser integrado ao elenco após a disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na lateral-esquerda ainda há a opção do garoto Matheus Guarujá.

O meio tem uma situação ainda incompleta. Embora o número de volantes seja satisfatório (os remanescentes Fábio Bahia e Doriva, o promovido da base Gil e os recém-chegados João Paulo e Paulinho), o único meia por característica é Alex Maranhão, último reforço apresentado pelo clube até o momento.

Já no ataque, embora reforços bastante esperados tenham chegado, é possível que pelo menos mais um ou dois nomes sejam integrados ao elenco. Aposta do clube para o próximo ano, o atacante Paulo Henrique, que joga pelos lados, chegou durante a Série B mas não pôde ser inscrito, devendo ganhar suas primeiras oportunidades no Paulistão.

Os experientes Mazola e Henan também foram contratados após jogarem a Série B por CRB e Figueirense, respectivamente, e brigarão diretamente pela titularidade no setor que conta com o remanescente Joãozinho.

Baixas

Por outro lado, Francis, artilheiro da equipe na reta final da Série B, foi requisitado de volta pelo clube detentor dos seus direitos, o Vitória de Guimarães (Portugal), e deixou o elenco. Em 15 jogos pelo Azulão, ele marcou sete gols. Outro que periga sair é Luidy, emprestado pelo Corinthians com contrato até o final de abril, mas que interessa ao Londrina e pode ser repassado aos paranaenses.

 

Comentários