Esporte São Bento

São Bento inicia planejamento para 2019 e libera jogadores

Além do goleiro Rodrigo Viana, deixarão o clube João Paulo, Douglas Mendes, Celsinho e Ronaldo
são bento
O zagueiro João Paulo, no clube desde 2014 (entre idas e vindas), não terá o contrato renovado – Foto: Erick Pinheiro/Arquivo JCS

Além do goleiro Rodrigo Viana, outros quatro atletas não terão o contrato renovado e deixam o São Bento no fim deste mês de novembro. Tratam-se dos zagueiros João Paulo e Douglas Mendes, do meia Celsinho e do atacante Ronaldo. O clube informou nesta terça-feira (13), por meio de nota, que estes jogadores receberão licença remunerada até o fim do contrato, que vence no próximo dia 30, já que não há interesse na renovação do vínculo para 2019 “visando uma reestruturação do elenco para o ano que vem”.

A diretoria do Azulão agradeceu aos atletas pelo período de permanência na equipe. A saída de Viana — cuja permanência era de interesse do clube, mas não houve acordo financeiro — já havia sido anunciada na segunda-feira (12).

Leia mais  Sorocaba é finalista da Liga Paulista de Futsal

 

Entre os atletas que não permanecerão na próxima temporada, João Paulo era quem estava há mais tempo no clube: desde 2014, entre idas e vindas. Ele foi titular em fases importantes do clube e está no elenco ininterruptamente desde o ano passado, quando viveu um momento delicado ao marcar um gol contra, do meio campo, na derrota por 1 a 0 para o Ituano, pelo Campeonato Paulista.

Depois disso, porém, se recuperou e foi peça participativa na campanha que rendeu o acesso à Série B. Segundo informações do site oGol, em todas suas passagens pelo Bentão, João Paulo atuou em 63 partidas e marcou cinco gols. Também zagueiro, Douglas Mendes chegou do Paysandu nesta temporada e se despede do clube sem ter atuado.

Leia mais  Jogos Abertos do Interior começam nesta quarta-feira em São Carlos

 

O meia Celsinho foi apresentado no fim do ano passado como reforço para a temporada 2018 e, após ser titular em boa parte do Paulistão, perdeu espaço e pouco atuou na disputa da Série B (apenas cinco vezes, todas vindo do banco de reservas). Em 15 partidas, ele marcou apenas um gol.

Já o centroavante Ronaldo chegou ao Azulão em abril, emprestado pelo Ituano para a disputa da Série B, e ganhou oportunidades após outros jogadores da posição deixarem o clube. Em 27 partidas, ele balançou as redes apenas duas vezes e ficou marcado justamente pela falta de gol, além de um pênalti cobrado de forma displicente — e desperdiçado — contra o Juventude, na vitória por 2 a 0 fora de casa.

Comentários