fbpx
Esporte São Bento

São Bento: críticas e consternação

Diretores e jogadores comentam o rebaixamento do clube no Paulistão
Críticas e consternação
O São Bento perdeu para o Red Bull por 3 a 2, anteontem, em Campinas. Crédito da foto: Red Bull Brasil / Divulgação (15/3/2019)

O rebaixamento do São Bento no Campeonato Paulista provocou e continua causando reações nos personagens envolvidos diretamente com o clube. Depois de o diretor tesoureiro Wilson Vieira ter sinalizado com uma boa reformulação no elenco para a disputa da Série B logo após a derrota para o Red Bull Brasil, anteontem, o vice-presidente beneditino, Almir Laurindo, disparou contra o grupo em uma postagem nas redes sociais. Entre outras coisas, Laurindo classificou o time como “sem caráter” e disse que “só alguns se salvam”.

O vice-presidente do Azulão disse ainda se sentir culpado por um “time sem vontade” e admitiu que as críticas são justas. “Podem crucificar pois todos têm razão de falar”, escreveu.

A queda faz com que o São Bento retorne à Série A2 de 2020 após seis anos, já que a equipe vinha disputando a elite estadual ininterruptamente desde 2015. Nesse período, apenas em 2017 o time esteve ameaçado pela degola, mas se salvou na última rodada, terminando a competição com 13 pontos. Já nesta edição, em 11 jogos até aqui, o clube sofreu sete derrotas e teve quatro empates. O jejum de vitórias se arrasta há mais de quatro meses, já que a última vitória do clube foi no dia 6 de novembro, contra o Coritiba, pela 35ª rodada da Série B de 2018.

As lamentações e o discurso de que o time — mais experiente, formado por nomes conhecidos e montado com o pretexto de “elevar o patamar” do clube — não deu liga foram os temas falados entre os atletas após o rebaixamento. O goleiro Renan, que deixou o campo do Moisés Lucarelli chorando, também reconheceu a legitimidade das críticas. “O torcedor tem mais é que xingar e protestar mesmo”, disse. Já o zagueiro Diego Ivo negou que os atletas tenham deixado de se dedicar. “Deu tudo errado. Sinceramente é difícil explicar. Temos que assumir a bronca, acho que fizemos a pior campanha do São Bento na história. Falta de trabalho não foi, mas dentro de campo as coisas não aconteceram.”

Leia mais  À beira do segundo rebaixamento, São Bento faz 'reflexão'

Em entrevista exclusiva à rádio Cruzeiro FM 92,3, o centroavante Alecsandro chamou a responsabilidade da queda para o grupo. “Temos de assumir. Todo mundo é culpado, cada um teve sua contribuição. Ninguém está livre da culpa. Quem jogou e quem não jogou”, disse. Ele admitiu que as mudanças serão necessárias para a disputa da Série B e também reconheceu o mau desempenho individual: em 11 jogos ele marcou apenas um gol no Paulistão.

Alegria?

A postura do atacante Mazola após o apito final que decretou o rebaixamento do São Bento em Campinas gerou a revolta de torcedores nas redes sociais. O jogador foi flagrado pelas câmeras do SporTV conversando com UIllian Correia e Rafael Carioca, do Red Bull, se divertindo e dando risada em meio a brincadeiras. Em sete jogos pelo Azulão até aqui, ele não marcou gols e não deu assistências. (César Santana)

Leia mais  Volta ao Velo Città anima Átila para os treinos livres e de classificação

Críticas e consternação

Comentários

CLASSICRUZEIRO