Esporte

Santos perde em casa do Atlético-GO

Santos perde em casa do Atlético-GO
Crédito da foto: Ivan Storti / Arquivo Santos FC (6/12/2018)

Com Robinho na torcida e Marinho fora por lesão, o Santos viu sua invencibilidade de 12 jogos chegar ao fim diante do Atlético-GO, na Vila Belmiro, na noite de ontem (14). Chico fez um golaço e definiu o triunfo por 1 a 0 no Brasileirão. O jovem Marcos Leonardo teve a grande chance do empate aos 45 minutos do segundo tempo, mas falhou.

O Santos precisava ganhar para não deixar os líderes distanciarem, mas sofeu com os desfalques. Marinho não se recuperou das dores musculares e foi cortado, assim como o zagueiro Lucas Veríssimo. O Peixe já não tinha o volante Alison e o meia Carlos Sánchez, machucados, o atacante Soteldo, voltando da seleção venezuelana, e o volante Jobson, suspenso. Pará foi improvisado como volante e Jean Mota ficou na armação.

No primeiro tempo, um chute de Jean Mota defendido por Jean foi o que o Santos fez de melhor. Na segunda etapa, Cuca mudou o ataque. Aos 12 minutos, cansou de Lucas Braga e Arthur Gomes, colocando Tailson e Marcos Leonardo no ataque.

Mas quem cresceu foram os goianos. Matheus Vargas perdeu debaixo das traves, sem goleiro. Na sequência, uma obra-prima. Janderson pegou na lateral-direita e driblou cinco marcadores cortando o campo para a esquerda. Chico recebeu, ajeitou, e bateu no ângulo de João Paulo. Um golaço na Vila Belmiro.

Em desvantagem, Cuca chegou a discutir com o árbitro e levou amarelo. Mesmo sem Vagner Mancini, que foi para o Corinthians, o Atlético-GO soube administrar a vantagem e pela primeira vez ganhou na Vila Belmiro. O Peixe agora buscará a reabilitação fora de casa contra Coritiba e Fluminense. (Fábio Hecico – Estadão Conteúdo)

SANTOS 0 x 1 ATLÉTICO-GO

Santos – João Paulo; Madson, Laércio, Luan Peres e Felipe Jonatan; Pará (Sandry), Diego Pituca e Jean Mota (Lucas Lourenço); Arthur Gomes (Marcos Leonardo), Kaio Jorge (Anderson Ceará) e Lucas Braga (Tailson). Técnico: Cuca

Atlético-GO – Jean; Dudu, João Victor, Éder e Nicolas; Willian Maranhão, Marlon Freitas e Chico (Natanael), Janderson (Júnior Brandão), Bruno Ferrareis (Matheus Vargas) e Zé Roberto (Hyuri). Técnico: Eduardo Souza

Gol – Chico, aos 22 minutos do 2º tempo

Cartões amarelos – Pará, Sandry e Diego Pituca (Santos); Marlon Freitas, Gustavo Ferrareis e João Victor (Atlético-GO)

Árbitro – Igor Junio Benevenuto (MG)

Local – Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)

Comentários