Esporte

Santos apresenta Ariel Holan como novo técnico da equipe

Santos apresenta Ariel Holan como novo técnico da equipe
O argentino disse que dará atenção especial à base. Crédito da foto: Guilherme Kastner / Santos FC (1/3/2021)

Apresentado oficialmente ontem (1º), o técnico Ariel Holan prometeu manter a vocação ofensiva do Santos e dar atenção especial aos jogadores da base. Ciente das limitações vividas pelo clube paulista, o treinador argentino disse ver os atletas mais novos como opção real no elenco do time principal.

“Quero que seja uma equipe que entre no campo adversário com a bola dominada, que tenha passes que quebrem as linhas e tenha objetividade para ir até o gol adversário”, disse o treinador, ao resumir a visão de jogo que pretende impor no Santos. “Gosto do jogo de passe e recepção, um sistema em que a equipe busque a articulação e chegar ao arco rival. É disso que gosto nas equipes que dirijo: que tenham mentalidade ofensiva, que ataquem massivamente, com espaços para transição de jogo. Quem ataca bem, defende bem. É isso que vamos buscar.”

Leia mais  Líder e invicto, Timão agora quer jogar bom futebol

As opções para montagem do elenco devem ficar restritas à base em razão da proibição da Fifa de registrar novos jogadores. Nos últimos meses, o Santos sofreu punições como esta devido à dívida na contratação de reforços. O clube vive crise financeira, ainda sem data para acabar.

Na coletiva, Holan disse estar ciente das limitações do Santos no momento. “Temos uma situação momentânea. Temos de ver onde estão nossas forças. E nossas forças estão na base, no desenvolvimento do futebol dos jogadores do clube. Confiamos em todos os garotos. Podemos incorporá-los aos poucos ao elenco profissional. Vejo muito potencial em futebolistas jovens.”

O treinador afirmou estar bem informado sobre o atual elenco santista porque obteve informações em vídeos e também em uma conversa com o compatriota Jorge Sampaoli, que passou pelo Santos em 2019. Apesar da apresentação, Holan ainda não fará sua estreia amanhã (3), na partida contra a Ferroviária, em rodada do Paulistão. O time será comandado novamente pelo auxiliar Marcelo Fernandes. O novo treinador estreará direto no clássico com o São Paulo, sábado (6), no Morumbi.

Leia mais  Tóquio divulga medidas sanitárias para testes da Olimpíada

O Peixe estreou no Paulistão anteontem (28), com time recheado de garotos, empatando com o Santo André por 2 a 2 no Canindé, em São Paulo. Holan acompanhou tudo da arquibancada. Sandro, Kaiky, Kelvin Malthus, Allanzinho, Ângelo e Gabriel Pirani foram alguns dos nomes novos apresentados ao torcedor acostumado a ver Pará, Alison, Soteldo, Marinho e cia. comandando o time em campo.

O Ramalhão abriu o placar com belo chute de Vitinho no ângulo de Vladimir. O time do ABC nem teve tempo de festejar e Jean Mota deixou tudo igual. A virada do Peixe saiu com Gabriel Pirani, em tabela com Jean Mota. No começo do segundo tempo, em um lance de oportunismo, o Santo André empatou com Ramon. (Estadão Conteúdo)

SANTO ANDRÉ 2 x 2 SANTOS

Santo André – Fernando Henrique; Marcos Martins, Rodrigo, William Goiano e Giovanni Palmieri; Wesley Fraga (Léo Costa), Vitinho (Rone), Marino (Paulo Roberto) e Gegê (Rafael Vinícius); Minho e Ramon (Thiago Marques). Técnico: Paulo Roberto Santos

Santos – Vladimir; Sandro, Kaiky (Robson), Alex e Wagner Leonardo; Vinícius Balieiro, Kelvin Malthus (Tailson) e Jean Mota (Bruno Marques); Arthur Gomes (Allanzinho), Ângelo e Gabriel Pirani (Ivonei). Técnico: Marcelo Fernandes (interino)

Leia mais  Holan se adapta ao estilo do Santos

Gols – Vitinho, aos 2, Jean Mota, aos 4, e Gabriel Pirani, aos 24 minutos do 1º tempo; Ramon, aos 5 minutos do 2° tempo

Cartões amarelos – Rone e Léo Costa (Santo André); Kelvin Malthus e Sandro (Santos)

Árbitro – Douglas Marques das Flores

Local – Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)

Comentários