Esporte

RBR quer produzir seu próprio motor

RBR quer produzir seu próprio motor
Atualmente a equipe austríaca utiliza motores Honda. Crédito da foto: Lars Baron / AFP

O chefe da Red Bull Racing, Christian Horner, vê sua equipe com boas condições de fabricar o próprio motor, algo que deve ocorrer a partir de 2025, visto que a japonesa Honda, atual fornecedora das unidades de potência para a equipe austríaca, deixará a categoria ao final da temporada 2021 da Fórmula 1.

Nos três campeonatos subsequentes, a atual vice-campeã do Mundial de Construtores contará com o sistema da fabricante japonesa, antes de introduzir a Red Bull Powertrains Limited, que deve desenvolver os novos motores da equipe.

Nas últimas semanas, a equipe austríaca, com o apoio das demais escuderias da Fórmula 1, conseguiu uma importante vitória com o congelamento do desenvolvimento de motores até a adoção de um novo regulamento para as unidades de potência. Essa decisão permitiu que a Red Bull seguisse confiante no seu projeto na categoria máxima do automobilismo. Caso contrário, o grupo austríaco pensaria em deixar a Fórmula 1.

Leia mais  Chefe da Ferrari elogia pilotos e se diz otimista para nova temporada

A primeira corrida da temporada 2021 da Fórmula 1 está marcada para 28 de março, em Sakhir, no Bahrein. A equipe austríaca contará com o holandês Max Verstappen e o mexicano Sergio Pérez em seus cockpits. O lançamento do carro será na próxima terça-feira. (Estadão Conteúdo)

Comentários