Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

PSG e Barça jogam pela Champions

16 de Fevereiro de 2021

PSG e Barça jogam pela Champions Messi será o centro das atenções hoje; machucado, Neymar está fora. Crédito da foto: Lluis Gene / AFP (13/2/2021)

Barcelona e Paris Saint-Germain se enfrentam hoje (16), às 17h, no Camp Nou, com todos os olhares sob Lionel Messi. O craque argentino é a principal esperança do oscilante time catalão para o confronto de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Mas está na mira da desfalcada equipe francesa para a próxima temporada.

Com contrato até 30 de junho com o Barcelona, Messi ainda não indicou qual será o seu futuro daqui a pouco mais de quatro meses. Mas a insatisfação com a gestão do clube catalão, que passará em breve por eleição presidencial, torna real e provável a saída do time pelo qual construiu a sua gloriosa carreira.

O PSG seria um dos times interessados em Messi. Conta com argentinos que podem convencê-lo a mudar de lado: o meia-atacante Di María e o técnico Mauricio Pochettino. E, principalmente, Neymar, seu amigo e companheiro nos tempos de Barcelona, a quem o clube parisiense tirou do catalão em 2017, por 222 milhões de euros, na maior transação da história do futebol.

O brasileiro será o principal desfalque do time francês. Ele sofreu lesão na coxa esquerda na quarta-feira passada e deverá desfalcar o time parisiense por quatro semanas, o que o torna dúvida para o duelo de volta, no Parque dos Príncipes, em 10 de março. E Di María também foi descartado para o confronto em Barcelona por causa de lesão. Recuperado, o meio-campista Verratti reforçará o PSG, com Pochettino apostando suas fichas em Mbappé e Icardi para voltar a Paris com um bom resultado.

Esse será o quarto confronto entre PSG e Barcelona na fase de mata-matas da Liga dos Campeões na história recente. E o time catalão se deu melhor em todos, em 2013 e 2015 nas quartas de final, e, na mais recente e marcante, nas oitavas de final de 2017, quando a equipe espanhola avançou com uma goleada por 6 a 1, após perder o duelo de ida por 4 a 0.

No mesmo horário, na Hungria, o Liverpool encara o RB Leipzig. A partida vai ser disputada em Budapeste e não em Leipzig porque o governo alemão não autorizou o Liverpool a entrar no país devido às restrições de viagem impostas para evitar a propagação de uma nova variante do coronavírus. (Leandro Silveira - Estadão Conteúdo)