fbpx
Esporte São Bento

Presidente do São Bento critica elenco que caiu à Série A2: ‘Time ridículo’

Márcio Rogério Dias assumiu erros na montagem do elenco, mas também deixou clara a insatisfação com o grupo
Presidente do São Bento critica elenco que caiu à Série A2: "Ridículo"
Ele assumiu erros na montagem do elenco, mas também deixou clara a insatisfação com o grupo. Crédito da Foto: Fábio Rogério (18/3/2019)

O presidente do São Bento, Márcio Rogério Dias, concedeu entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (18) na qual, entre outras coisas, pediu desculpas pelo rebaixamento da equipe à Série A2 do Campeonato Paulista, assumiu erros na montagem do elenco, mas também deixou clara a insatisfação com o grupo.

“Um time ridículo. Na forma de se comportar, como jogar. Realmente não deu liga”, disse. Ele garantiu ter “triplicado” o bicho para o grupo em busca das vitórias e negou situações como uma suposta cláusula de titularidade para o centroavante Alecsandro — que, mesmo com desempenho abaixo do esperado, foi titular ao longo de todo o campeonato.

Leia mais  São Bento perde do Red Bull por 3 a 2 e é rebaixado no Paulistão

 

“Fomos incompetentes. Assumo total responsabilidade pelos erros cometidos em 2019. Foram inúmeros. Mas a diretoria não entra em campo”, declarou, citando lances de jogo emblemáticos na campanha do Azulão. Foi o caso do gol contra sofrido por Henal contra o São Caetano e o gol perdido por Alecsandro nos minutos finais contra o Corinthians, além de supostos erros de arbitragem contra a equipe.

Confira na íntegra a entrevista coletiva do presidente do São Bento:

Coletiva Presidente Márcio Rogério Dias!

Publicado por Esporte Clube São Bento – OFICIAL em Segunda-feira, 18 de março de 2019

Ele anunciou que o elenco deverá ser reformulado para a Série B e deixou as portas abertas para os atletas insatisfeitos deixarem o clube, garantindo que não colocará nenhum empecilho para isso. Sobre uma possível dispensa de atletas, o presidente disse que a possibilidade será analisada caso a caso. “Não temos bola de cristal para adivinhar o que vai acontecer. E não montamos o elenco pensando em descenso. Pensávamos em classificação.”

Márcio Rogério Dias também admitiu a necessidade de “rejuvenescer” a equipe, que tem média de idade superior a 30 anos. Ele reconheceu que a tentativa de elevar o patamar do clube não funcionou. Apesar de tentar elevar o nível da equipe, ele nega que tenha havido uma mudança brusca na condução das finanças do clube: conforme o mandatário, a folha de pagamento do elenco neste Paulistão é de R$ 606 mil. No ano passado o valor do investimento mensal era de R$ 530 mil.

Novo técnico

Márcio Rogério Dias disse que, com a dispensa de Silas — a quem agradeceu e classificou como corajoso por ter assumido a equipe já em uma condição desfavorável –, a diretoria já trabalha na busca por um substituto para preparar o elenco para a disputa da Série B. O Bentão estreia no dia 27 de abril contra o Atlético-GO, em casa.

Segundo ele, a intenção é de fechar com o novo comandante nos próximos dias e, para isso, já há conversas em andamento com “dois ou três nomes”. “Queremos um técnico que tenha fome de vencer, conhecimento da Série B, e que acima de tudo conheça a nossa metodologia de trabalho, com uma maneira de jogar em casa e fora.” (César Santana)

Comentários

CLASSICRUZEIRO