Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Presidente da Argentina coloca realização da Copa América em dúvida

15 de Abril de 2021

Alberto Fernández endureceu medidas contra a Covid no país. Crédito da foto: ESTEBAN COLLAZO / Argentinian Presidency / AFP)

Não foi só a realização dos Jogos Olímpicos que foi colocada em pauta nesta quinta-feira (15). O presidente da Argentina Alberto Fernández, que recebeu alta da Covid-19 ontem, afirmou estar preocupado com a disputa da Copa América no país.

"Não quero frustrar o espetáculo da Copa América, mas quero que sejamos sensatos, muito cuidadosos. Temos algum tempo pela frente para ver como as coisas evoluem", iniciou o mandatário em uma rádio local.

"Temos que agir com muito cuidado. As autoridades esportivas têm que agir com muita atenção porque o que está acontecendo nos times de futebol argentinos é uma amostra do que pode acontecer e muito mais se sairmos para jogar em países onde o problema é maior", complementou.

A Copa América aconteceria no ano passado, com sedes na Argentina e na Colômbia, mas acabou adiada para 2021 por conta da pandemia de coronavírus. Ontem, o governo argentino anunciou endurecimento das medidas sanitárias para conter o avanço da doença, levantando dúvidas sobre a realização de eventos esportivos.

Por outro lado, a Conmebol quer a todo custo realizar a Copa América, afirmando, inclusive, que pode haver ausência de público, se for o caso. Nesta semana, aliás, a entidade recebeu a doação de 50 mil doses de vacina contra a Covid e disse que pretende imunizar todas as pessoas envolvidas na competição. (Da Redação)