Esporte

Morre Enriqueta Basilio, primeira mulher a acender a pira olímpica

A atleta especializada na corrida de 80 metros com barreiras acendeu a pira nos Jogos Olímpicos, em México
Morre Enriqueta Basilio, primeira mulher a acender a pira olímpica
Enriqueta Basilio no momento em que acendeu a pira. Crédito da foto: AFP (12/10/1968)

Enriqueta Basilio, a primeira mulher a acender uma pira dos Jogos Olímpicos, em México-1968, morreu aos 71 anos de idade. A informação foi dada neste sábado (26) pelo Comitê Olímpico Mexicano (COM).

“A Família Olímpica mexicana lamenta o falecimento de nossa querida Enriqueta Basilio, emblema do olimpismo mundial ao ser a primeira mulher a acender uma pira olímpica”, publicou o COM em sua conta oficial no Twitter.

Enriqueta nasceu no dia 15 de julho de 1948 em Mexicali, Baixa Califórnia (no norte do México). Foi uma atleta de pista especializada na corrida de 80 metros com barreiras (prova que não faz mais parte do programa olímpico).

Em 1968

No sábado, 12 de outubro de 1968, aos 20 anos de idade, ela levou a chama olímpica até a pira do estádio Olímpico Universitário da Cidade do México. Isso ocorreu na cerimônia de abertura da edição XIX dos Jogos Olímpicos.

Depois de Enriqueta Basilio, só outra mulher acendeu a pira olímpica. Foi a ex-velocista australiana Cathy Freeman em Sydney-2000. (AFP)

Leia mais  ‘Marta é minha inspiração’, diz jovem de Votorantim que joga futebol nos EUA
Comentários