Esporte

Ministério Público aplica multa de R$ 39 milhões no Timão

Arena Itaquera
MP aplica multa de R$ 39 mi no Timão
Problema começou com atraso nas obras da arena. Crédito da foto: Agência Corinthians

O Corinthians pode ter de pagar R$ 39,7 milhões de multa pela falta de contrapartidas sociais para a cidade de São Paulo na cessão do terreno em que está localizado a Arena Corinthians, em Itaquera, zona leste da cidade. O valor inicial era de R$ 8 milhões, mas o Ministério Público de São Paulo atualizou os dados, com juros e correção, e o total saltou para quase R$ 40 milhões.

O clube se defende: “O Sport Club Corinthians Paulista informa que por ocasião das definições das contrapartidas sociais pretendia que fossem consideradas as diversas ações que realiza e nas quais passou a investir ainda mais, casos de Sangue Corinthiano (doação de sangue), Hamburgada do Bem, Outubro Rosa, Novembro Azul, Um Dia de Corinthians e alfabetização de colaboradores, entre outras”, diz a assessoria do Corinthians.

Leia mais  Copa do Brasil sorteia mandos das semifinais

“Porém a Prefeitura de São Paulo discordou e passou a considerar apenas obras físicas decorrentes de construções como creches e escolas sem, entretanto, orientar o clube sobre que o que deveria ser construído, além de demorar dois anos para liberar a utilização do terreno. Sendo assim, o clube não concorda com os juros atribuídos a um suposto atraso ao qual não deu causa”, completa o clube.

Os valores estão em requerimento da Promotoria de Justiça da Habitação e Urbanismo da cidade de São Paulo, datada em 13 de fevereiro. Por enquanto, o pedido não teve apreciação do juiz Randolfo Ferraz de Campos, responsável pela 14ª Vara da Fazenda Pública. (Da Redação com agências)

Comentários