Esporte São Bento

Melhor do São Bento contra o Timão, Paulo Henrique quase não jogou

Atacante escondeu mal-estar antes da partida. Gol que marcou contra o Corinthians ajudou o Azulão a somar um ponto
Ainda bem que jogou
O atacante comemora sua atuação, apesar do contratempo. Crédito da foto: Emidio Marques

Quem viu o atacante Paulo Henrique, do São Bento, em sua primeira partida como titular, diante do Corinthians, no sábado de Carnaval (2), sendo o melhor jogador em campo — inclusive, marcou o gol do empate — não imagina que o jogador esteve perto de sequer atuar.

Em entrevista concedida nesta quarta-feira (6), o jovem revelou que se sentiu mal e pouco conseguiu comer e dormir às vésperas do duelo. Mas, com medo de ser sacado do time, optou por esconder a situação. No final, foi a sorte tanto dele quanto do Azulão.

“Sexta-feira (1º) passei mal praticamente a noite inteira. Não dormi bem, não comi legal. Mas também estava muito focado, queria muito jogar. Era minha primeira oportunidade como titular e não poderia ficar de fora. Não comentei com o pessoal e depois até pedi desculpas na segunda-feira, pois fiquei com medo de me tirarem da partida”, disse.

Leia mais  Mais atitude em campo é a palavra-chave para o Bentão buscar vitórias

Paulo Henrique agradeceu a oportunidade de começar jogando e a confiança do técnico Silas, que praticamente já o anunciou novamente entre os 11 para o próximo compromisso, marcado para este domingo (10), diante da Ponte Preta, no CIC. “É muito bom, sinal de que meu trabalho no dia a dia vem sendo reconhecido. Fiz um grande trabalho e só tenho a agradecer pela oportunidade que ele (Silas) me deu.”

Apesar do bom desempenho individual, o atacante tem ciência do drama que a equipe vive, na lanterna da competição e três pontos atrás da primeira equipe fora da zona de rebaixamento. Por isso, ele destaca a importância do jogo contra a Ponte Preta em busca da vitória que ainda não veio no Paulistão.

“Temos de estar cientes de que é a partida mais importante do ano aqui no São Bento. Não temos nada a perder, não podemos adiar mais essa vitória. Ela tem de vir no domingo, vamos trabalhar bastante essa semana, ver o que o professor vai falar para a gente, ver o pouco que erramos para não repetir e sair com a vitória”, comentou.

Leia mais  São Bento recebe o Botafogo-SP no CIC pelo Brasileiro Série B

No DM

Alguns atletas ficaram de fora do treinamento de ontem e podem ser baixas da equipe para o duelo contra a Ponte Preta. O zagueiro Ewerton Páscoa, que deixou a partida contra o Corinthians ainda no primeiro tempo sentindo dores na perna, seria submetido a exames para determinar o grau da lesão. Ele dificilmente deverá estar à disposição de Silas.

Quem também não participou das atividades foi o lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro, sofrendo com uma lombalgia. O volante Paulinho, com um trauma no joelho, também não jogou contra o Corinthians e segue fora dos treinos. Por outro lado, o zagueiro Diego Ivo, que não atuou nas últimas três rodadas, voltou às atividades e deverá estar à disposição. (César Santana)

Comentários

CLASSICRUZEIRO