Esporte

Lesão tira lateral do Liverpool dos últimos jogos de 2019

Apesar do desfalque, o treinador alemão garante que seus jogadores entrarão focados na partida
Meia sofreu uma lesão e não consegue se recuperar antes do final deste ano. Crédito da foto: Reprodução

O Liverpool viajou ao Catar para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa com três desfalques – os zagueiros Dejan Lovren e Joel Matip e o volante brasileiro Fabinho – e voltou para a Inglaterra com o título e mais um jogador machucado. Na decisão contra o Flamengo, no sábado passado (21), o meia Alex Oxlade-Chamberlain sofreu uma lesão nos ligamentos do tornozelo e, de acordo com o técnico alemão Jurgen Klopp, não disputará as duas últimas partidas de 2019 pelo time.

“A recuperação pode ser mais demorada do que esperamos. Não há hipótese dele estar apto para o jogo contra o Leicester (nesta quinta-feira), nem contra o Wolverhampton (no domingo). Depois é uma questão de avaliar”, explicou Klopp, se referindo aos dois próximos compromissos pelo Campeonato Inglês, que encerrarão o ano de 2019 do Liverpool.

Leia mais  Rodinei pede desculpas aos torcedores do Inter; Filipe Luís curte publicação

Sobre os outros desfalques da equipe, o treinador afirmou em tom de brincadeira que não tem novidades. “Não há notícias sobre eles. O que é uma boa notícia, né? Ambos (Lovren e Matip) e Fabinho estão melhorando gradativamente, mas é claro que não estarão disponíveis para essas partidas”, disse.

O jogo desta quinta-feira (26), fora de casa, será muito importante para as pretensões do Liverpool de conquistar o título nacional depois de 20 anos. Ele será o primeiro do Campeonato Inglês na era da Premier League, que começou em 1992. Líder com 49 pontos, o time de Klopp tem 10 pontos a mais que o segundo colocado, que é justamente o Leicester City.

O treinador alemão garante que seus jogadores entrarão focados na partida. “Eles não estarão cansados por causa da viagem ao Catar. Já voltamos (para casa) e está tudo bem. Nós tivemos um dia livre ontem (segunda-feira), os jogadores puderam dormir o máximo possível e estão muito bem hoje (terça)”, completou. (Estadão Conteúdo)

Comentários