Esporte São Bento

Justiça Desportiva arquiva denúncia contra o São Bento

Órgão não viu irregularidade na escalação do atacante Gabriel Vasconcelos
Gabriel Vasconcelos atua por empréstimo no São Bento. Crédito da foto: Erick Pinheiro / Arquivo JCS

A Procuradoria da Justiça Desportiva arquivou a denúncia de irregularidade que o Paysandu fez contra o São Bento alegando infração na escalação do atacante Gabriel Vasconcelos em partidas da Série B do Campeonato Brasileiro. O órgão não viu irregularidade na situação e comunicou nesta manhã o arquivamento do caso.

Os paraenses apontam que Vasconcelos seria um suposto sexto jogador vindo de outra equipe da Série B para o São Bento enquanto o regulamento determina que esse número não ultrapasse cinco. Depois de jogar no primeiro semestre pela Ponte Preta, que disputa a mesma divisão, o atacante retornou ao Corinthians, clube detentor dos seus direitos, e então foi emprestado ao São Bento.

Leia mais  São Bento se garante na Série B com goleada de 5 a 2 sobre o Coritiba

A denúncia foi protocolada junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no final de outubro. Nela, o Paysandu sugere que o São Bento teria cometido infração ao artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) ao “fazer constar da súmula ou incluir na equipe atleta em situação irregular”, pedindo a perda de 15 pontos (correspondentes a jogos em que Gabriel Vasconcelos foi relacionado). O caso foi repassado às diretorias de Competições e de Registros e Transferências da CBF, que rechaçaram a possibilidade de irregularidade sob o entendimento de que, como o atacante retornou ao Corinthians, a transferência se deu de um atleta da Série A para a Série B.

O Paysandu é o 17º colocado na Série B com 37 pontos e vive uma série ameaça de rebaixamento, já que está a quatro pontos da primeira equipe fora do Z-4 restando três rodadas para o fim da competição. Além dos paraenses, o Sampaio Corrêa, que é o 19º e virtual rebaixado, já que depende de uma combinação improvável de resultados para escapar, fez uma denúncia semelhante ao STJD, que ainda não foi avaliada, mas deverá ter o mesmo encaminhamento.

Comentários

Sobre o Autor

César Santana