Esporte

Judô brasileiro volta ao tatame no Rio e conquista quatro medalhas de ouro

A equipe nacional conseguiu um bom desempenho subindo ao pódio em todas as seis categorias

Veja o vídeo da luta de Jéssica Pereira. Crédito do vídeo: CEFAN / Judô

38th WMC Judo – live from CEFAN – Rio de Janeiro (BRA) / 38o. Campeonato Mundial Militar de Judô, AO

38th WMC Judo – live from CEFAN – Rio de Janeiro (BRA) / 38o. Campeonato Mundial Militar de Judô, AO VIVO do CEFAN.Read more at: http://www.milsport.one/news/news-post/1118-november-2018/38th-wmc-judo-rio-de-janeiro-bra-day-2Saiba mais em: http://www.cbj.com.br/painel/arquivos/documentos_oficiais/101436051118outline_38thwmjc.pdf?fbclid=IwAR2027wEZNPvGUkZQ2CpN4GnjNYg2LL-XhHC7sda3yeMz6Xuyp_LGKRDETUQuarta-feira, 07: 19h – Sorteio das ChavesQuinta-feira, 0810h às 13h – Preliminares Equipes (masculino e feminino)15h às 18h – Finais das disputas por Equipes (masculino e feminino)Sexta-feira, 09 – Competições individuais (48kg, 52kg, 57kg, 60kg, 66kg e 73kg)10h – Preliminares15h – FinaisSábado, 10 – Competições individuais (63kg, 70kg, 78kg e 78kg, 81kg, 90kg, 100kg e 100kg)10h – Preliminares16h30 – Finais

Publicado por CISM – Conseil International du Sport Militaire em Sexta, 9 de novembro de 2018

Depois de conquistar os títulos nas disputas por equipes masculinas e femininas do Mundial Militar, o judô brasileiro voltou ao tatame do CEFAN, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (9), para as competições individuais. E, novamente, a equipe nacional conseguiu um bom desempenho subindo ao pódio em todas as seis categorias. Só de ouro foram quatro: Eric Takabatake (60kg), Charles Chibana (66kg), Jéssica Pereira (52kg) e a atual campeã olímpica Rafaela Silva (57kg).

Leia mais  Magnus vence Minas e é campeão da Supercopa de 2021

A primeira medalha do dia veio com Gabriela Chibana (48kg), que derrotou a chinesa Zixiao Guo para conquistar o bronze. O primeiro ouro veio na sequência com Eric Takabatake, que conseguiu o ippon sobre o russo Gadhziev na final do peso ligeiro (60kg).

Jéssica Pereira levantou a torcida no ginásio do CEFAN ao imobilizar Yulia Kazarina, da Rússia, por 20 segundos para conquistar o título no peso leve.

Lutas aconteceram no ginásio do CEFAN. Crédito da foto: Divulgação/ Facebook

Daniel Cargnin (66kg) foi o quarto brasileiro a entrar no tatame para buscar uma medalha. O bronze escapou a poucos segundos do fim da luta contra o casaque Zhengissov. Mas, nesta categoria, o Brasil chegou à grande final com Charles Chibana, que derrotou o russo Alim Balkarov com uma projeção perfeita para levar o ouro

Da mesma forma, o Brasil também chegou às duas disputas por medalhas no peso leve feminino. Tamires Crude (57kg) conquistou o bronze ao derrotar a chinesa Yu Lan e, na final, Rafaela Silva levou a torcida à loucura com um waza-ari no “golden score” para derrotar a francesa Hélène Receveaux e conquistar mais um título mundial em casa.

A última medalha brasileira foi no peso leve masculino, com desempenho perfeito de Marcelo Contini na disputa pelo bronze, vencendo David Gamosov, da Rússia, por ippon.

Leia mais  Juventus mantém sonho do 10º título seguido

O Mundial Militar terá seu último dia de competição neste sábado (10) com as disputas dos pesos 63kg, 70kg, 78kg, +78kg, 81kg, 90kg, 100kg e +100kg. (Estadão Conteúdo)

Comentários