Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Jorge Sampaoli se despede do Atlético-MG

22 de Fevereiro de 2021

Santos nega troca de jogadores com o Palmeiras e alfineta Sampaoli Jorge Sampaoli fará sua despedida na quinta, contra o Palmeiras, mas fora do banco de reservas. Crédito da foto: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético (9/3/2020)

O jogo contra o Palmeiras nesta quinta-feira (25), pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro, será o último compromisso de Jorge Sampaoli sob comando do Atlético-MG, ainda que não no banco de reservas. O argentino escreveu uma carta via assessoria se despedindo do Galo nesta segunda (22). Seu contrato iria até o fim de 2021.

Sampaoli foi expulso no último domingo, no confronto contra o Sport, portanto, ele não estará no gramado para o adeus. Com o clube mineiro, ele conquistou o estadual de 2020 e deixa a equipe com uma vaga direta para a disputa da próxima Libertadores.

Confira a carta de despedida de Jorge Sampaoli na íntegra:

O ano de 2020 foi duríssimo para a humanidade. Nós temos de ser criativos e quisemos construir um time que, ao passar na TV, fizesse esquecer a tristeza por um momento. Não nos propusemos simplesmente a ganhar: tentamos ser felizes.

Não houve um só dia no Atlético Mineiro em que abandonássemos nossa ideia sobre futebol. Este time teve a valentia de jogar dentro e fora de casa da mesma forma. Jamais renunciamos a pensar na trave do rival. O Galo colocou seu coração em todo o país. Isso me dá um orgulho impressionante. Desejo que seja uma ideologia que se mantenha no clube. O futebol brasileiro tem um talento infinito e me fez reencontrar com a beleza do jogo, algo que irá me marcar para sempre.

Chegou o final. Na quinta, será a última partida. Saio com a nostalgia de não poder ter dirigido com o estádio cheio. Sei que nos emocionamos muito. Queria viver os vídeos que tinha visto de uma torcida apoiando sem parar.