Esporte São Bento

“Homem-gol”, atacante Alecsandro é apresentado pelo São Bento

Ex-Internacional, Palmeiras e Coritiba, centroavante de 37 anos fala em vaga no Paulistão e acesso à Série A do Brasileiro
Atacante Alecsandro, ex-Palmeiras e Coritiba. Crédito da Foto: Emídio Marques
Atacante Alecsandro, de 37 anos, é a maior contratação do São Bento para a temporada 2019. Crédito da Foto: Emídio Marques

Depois de sofrer com a ausência de um camisa 9 ao longo de toda a temporada passada, o São Bento parece, finalmente, ter encontrado donos para a posição. Ainda no começo de dezembro, o clube já havia apresentado o centroavante Henan, sonho antigo da diretoria.

O clube não parou por aí e, às vésperas da chegada de 2019, anunciou a contratação de Alecsandro — dono de um currículo recheado de títulos importantes e passagens por grandes clubes, com direito a muitos gols. Apresentado oficialmente nesta quinta-feira (10), Alecgol chega com contrato até o fim da Série B. Promete muita dedicação e gols, se dizendo ciente da responsabilidade de ser o principal nome e referência do elenco beneditino.

“Levar o São Bento para a Série A não tem preço nem tamanho. Posso comparar isso com todos os maiores títulos que ganhei. Chega a me arrepiar”

Com o status de terceiro maior artilheiro da era dos pontos corridos na Série A, com 100 gols marcados — além de figurar entre os 15 melhores marcadores de todos os tempos do Campeonato Brasileiro –, Alecsandro garante que os números que importam para o torcedor são-bentista são os que virão a partir de agora.

Ele se diz ciente da cobrança que terá por ser o homem-gol do clube e, até por conta da experiência e do currículo, não se mostra intimidado. “Jogar bem ou mal não interessa. Eu visto a camisa 9 e tenho de fazer gols. Sou cobrado para isso”, declarou.

Leia mais  São Bento já vendeu mil ingressos para jogo contra o Santos

 

Com duas Libertadores, duas Copas do Brasil e um Campeonato Brasileiro, entre as conquistas, Alecgol garante que chega ao São Bento com objetivos bem claros: ir longe, avançando de fase no Paulistão, e brigando diretamente pelo acesso na Série B. “Levar o São Bento para a Série A não tem preço nem tamanho. Posso comparar isso com todos os maiores títulos que ganhei. Chega a me arrepiar”, disse.

Estreia

Alecsandro considera que está apto para atuar na estreia, no próximo dia 20, contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto. “Até pela minha idade (37 anos), não posso me dar o direito de ficar 30 dias parado. Temos 10 dias pela frente e me sinto sim em condições totais de jogo. Pretendo não só jogar a estreia, mas como todos os jogos do Campeonato Paulista”, disse, lembrando que já participou normalmente das primeiras atividades do elenco.

Filho do ex-atacante Lela, irmão do volante Richarlyson e cunhado do ex-meio campista Deco, Alecsandro começou a carreira no final da década de 1990, no Vitória. Entre algumas saídas por empréstimo, ele se destacou no Leão e acabou negociado com o Cruzeiro em 2006. Goleador também na equipe Celeste, ele chegou a ser emprestado para o Sporting, de Portugal e passou brevemente pelos Emirados Árabes, antes de retornar ao Brasil para jogar no Internacional, em 2009.

No clube gaúcho viveu grandes momentos e conquistou importantes títulos, que lhe renderam ainda boas passagens nos anos seguintes por Vasco, Flamengo e Palmeiras. Nos últimos anos defendeu o Coritiba e, em 46 partidas pelo Coxa, marcou sete gols (dois deles na derrota por 5 a 2 contra o São Bento no CIC em novembro do ano passado. (César Santana)

Comentários

CLASSICRUZEIRO