Esporte

Globo desiste e não renova transmissão da Fórmula 1 para 2021

Emissora transmitiu categoria nos últimos 40 anos
Grupo Globo transmitiu por 40 anos ininterruptos, desde 1981, a categoria em seus canais de comunicação. Crédito da Foto: Nelson Almeida/AFP.

O fim de uma era. Depois de 40 anos ininterruptos, o Grupo Globo abriu mão de transmitir a Fórmula 1 e deixa o caminho livre para a Band, principal cotada para assumir os direitos de transmissão nas próximas duas temporadas de acordo veículos especializados.

A emissora carioca e o Grupo Liberty Media, que gerencia comercialmente a categoria, não chegaram a um acordo. Foram meses de novela, desde o meio do ano passado, sendo que outros nomes chegaram a sondar as condições para tal, como ESPN/Fox e a TV Cultura.

Em comunicado enviado à imprensa, a Globo explicou que “manteve negociações constantes com a FOM/Liberty Media sobre a renovação dos direitos da Fórmula 1, sempre considerando a nova realidade mundial dos direitos esportivos. Infelizmente não houve acordo”.

O Grupo ainda explicou que continuará realizando a cobertura da categoria nas suas plataformas. Diante disso, a Band surge como favorita para assumir os direitos. Ela transmitiu a F1 em 1980 e já adquiriu os direitos da Stock Car também.

Em seu site, a Bandeirantes informou que “a exemplo de outras emissoras, também está mantendo contato com a Fórmula 1, mas não há nenhum contrato assinado por enquanto. As negociações estão acontecendo. Caso haja um acordo, a emissora emitirá um comunicado oficial”.

Comentários