Buscar no Cruzeiro

Buscar

Acervo

Ex-treinador do Atlético Sorocaba morre aos 71 anos em Leme

14 de Setembro de 2020

Ex-treinador do Atlético Sorocaba morre aos 71 anos em Leme Luiz Carlos Ferreira durante treino do Atlético Sorocaba. Crédito da foto: Luiz Setti (5/4/2002)

O técnico de futebol Luiz Carlos Ferreira morreu domingo (13) em Leme, interior de São Paulo. Conhecido como "Rei do acesso", o treinador dirigiu o Atlético Sorocaba em 2002.

Ferreira recebeu o apelido de "Rei do acesso" pelos trabalhos vitoriosos em equipes de divisões menores do futebol de São Paulo durante 30 anos de carreira. Ele morreu aos 71 anos em decorrência de um câncer.

Ferreira substituiu Luis Carlos Martins no comando do Atlético Sorocaba em abril de 2002. Ele assumiu o time faltando quatro rodadas para o fim da fase de classificação do Campeonato Paulista da Série A2.

O objetivo de Ferreira era levar o Atlético Sorocaba ao quadrangular final da Série A2, mas não conseguiu. Naquele ano, dois times subiriam para a elite do Paulistão.

Ex-treinador do Atlético Sorocaba morre aos 71 anos em Leme Crédito da imagem: Arquivo JCS (4/4/2002)

Nascido em São José do Rio Preto, Ferreira foi atleta profissional, mas ganhou destaque mesmo na beira do campo. Rodou por todo o estado de São Paulo colecionando histórias e conquistas.

Iniciou a carreira de técnico no América, de sua cidade natal, em 1989, passando posteriormente por mais de uma dezena de clubes paulistas. Colecionou títulos no Rio Branco (1991), Araçatuba (1992), Comercial (1993), Matonense (1995, 1997 e 2013), Corinthians de Presidente Prudente (1996), São Caetano (1998), Paulista (1999), Marília (2002), Santo André (2003), Lemense (2009) e Juventus (2012).

Além de “Rei do Acesso”, Ferreira também era conhecido por topar desafios de curto prazo. Assim foi nos seus últimos trabalhos, no XV de Piracicaba, em 2016, e no Marília, em 2018. (Da Redação e da Federação Paulista de Futebol)