Esporte

Contágio no basquete

Pivô Maique, que jogou em Sorocaba, é 1º caso de coronavírus entre atletas
Contágio no basquete
Maique (de azul) em disputa de bola quando jogava pela LSB. Crédito da foto: Sergio Domingues / Divulgação / Arquivo

O Brasil registrou nesta quinta-feira (19) o primeiro caso do novo coronavírus em um atleta profissional. O Paulistano, clube de São Paulo que disputa o NBB (Novo Basquete Brasil), divulgou um comunicado em que confirma a contaminação do pivô Maique. O time anunciou que após ser internado o paciente recebeu alta, passa bem e tem se recuperado em casa. O atleta jogou pela Liga Sorocabana de Basquete (LSB), em Sorocaba, na temporada de 2017.

O jogador começou a sentir tosse e falta de ar no último dia 13. Dois dias depois, apresentou piora dos sintomas ao ter febre alta. Logo após foi encaminhado ao hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, onde foi isolado e submetido a uma série de exames. O resultado positivo para o contágio com o novo coronavírus saiu na noite de terça-feira.

Leia mais  Flamengo entrega equipamentos para atletas treinarem em casa

Em um vídeo, Maique agradece às mensagens de apoio que está recebendo e afirma estar se recuperando em casa. “Fui diagnosticado com o coronavírus e acabei tomando um susto, não imaginava que iria contrair esse vírus. Não sei onde eu peguei o vírus. Estou me sentindo muito bem. Estou em casa e fazendo tratamento com o apoio do clube”, disse o jogador.

Nas imagens, ele também alerta os fãs. “Gostaria que todos tomassem muito cuidado com os seus amigos e familiares. Vamos pensar em todos nesse momento para combater esse vírus o mais rápido possível”, afirma.

O Paulistano disse em nota que todos os integrantes da comissão técnica, demais jogadores e funcionários do clube que tiveram contato com o atleta infectado entraram em quarentena e estão isolados. Mesmo antes da confirmação da contágio, a diretoria havia determinado o fechamento da sede do clube e cancelado os treinos das equipes profissionais.

Leia mais  Olimpíada de Tóquio é adiada e será realizada em 2021

Antes desse caso no Brasil, o esporte mundial registrou confirmações de atletas com o novo coronavírus em várias modalidades. Na NBA, o primeiro infectado foi o francês Rudy Gobert, do Utah Jazz. No futebol da Espanha e da Itália, alguns clubes confirmaram ter até mais de um jogador com a doença, como foi o caso do Valencia, com cinco. (Da Redação, com informações de Estadão Conteúdo)

Comentários