Esporte

Conmebol adia Independiente x Grêmio, pela Libertadores

O técnico Renato Gaúcho e dois jogadores testaram positivo para Covid-19
Grêmio tem desfalques por Covid-19
Crédito da foto: Silvio Avila / Pool / AFP (5/4/2021)

Menos de 24 horas antes do jogo entre Grêmio e Independiente del Valle, válida pela fase preliminar da Copa Libertadores, a Conmebol anunciou na noite de ontem (6) o adiamento da partida. Os casos de Covid-19 no time brasileiro foram o motivo da mudança de data e também de local do confronto. A partida, que seria hoje (7), passou para sexta-feira (9), às 19h15, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai — e não mais em Quito, no Equador.

O Grêmio chegou ao Equador na segunda-feira (5), mas não pôde treinar ontem por apresentar casos de Covid-19 no elenco nos últimos dias. O técnico Renato Gaúcho, o goleiro Paulo Victor e o lateral-direito Vanderson testaram positivo e não viajaram. Pelos protocolos locais, o grupo precisou ficar em quarentena. A direção do clube acionou a Conmebol para pedir igualdade no tratamento com o Independiente, que treinou normalmente para o jogo, e a entidade responsável pelo futebol sul-americano acatou a demanda.

Leia mais  Vôlei Itapetininga se prepara para segunda semifinal contra o Minas

“O motivo da suspensão é contrário ao protocolo de saúde previamente aprovado e aos regulamentos atuais da competição”, justificou a Conmebol, em comunicado enviado na noite de ontem. (Estadão Conteúdo)

Comentários