Esporte

Começou zerado

Magnus e Campo Mourão empatam no primeiro jogo das oitavas
Começou zerado
A equipe de Sorocaba dominou o segundo tempo, contudo não tirou o zero do placar. Crédito da foto: Ruth Borsuk / Divulgação (4/11/2020)

A máxima de que o mata-mata da Liga Nacional de Futsal (LNF) é outra competição se fez valer ontem (4) no Paraná. O Magnus Futsal não venceu uma partida pela primeira vez na temporada e ficou no empate com o Campo Mourão (PR), por 0 a 0, no duelo de ida das oitavas de final.

No sábado (7), em Votorantim, as duas equipes decidem que ficará com a vaga nas quartas. Novo empate levará a partida para a prorrogação, com a vantagem da igualdade no tempo extra para Sorocaba. Quem vencer no tempo normal, avança.

O Magnus levou o primeiro susto logo aos dois minutos de jogo. O capitão do Campo Mourão, Caio, conseguiu encontrar espaço entre os marcadores para finalizar com perigo, raspando a trave esquerda do goleiro Djony. E os donos da casa tiveram mais duas boas oportunidades. Primeiro, Sinoê roubou a bola de Leozinho e mandou para fora. Na segunda chance, Luiz Fernando arrematou com muita força e carimbou o travessão dos sorocabanos.

Leia mais  Jogos de Tóquio: futuro presidente promoverá igualdade de gênero

A resposta de Sorocaba veio pela bola parada. Rodrigo encontrou Leandro Lino no pé da trave, que não conseguiu dar a direção do gol e chutou para fora. Melhor no jogo, o Campo Mourão mandou outra bola no travessão, desta vez com Sinoê. Com as trocas promovidas no time por Ricardinho, o Magnus conseguiu equilibrar o jogo. Na boa trama entre Pedrinho e Alisson, o pivô sorocabano conseguiu fazer o giro e finalizar, mas parou na boa defesa de Deivd.

Jogando com mais velocidade, Sorocaba teve mais um ataque parado por Deivd. Na finalização de Pedrinho, o goleiro paranaense fez a defesa com a ponta dos pés, evitando o primeiro gol da partida.

No início da segunda etapa, o Magnus conseguiu impor mais o seu jogo ofensivo do que no primeiro tempo. Isso refletiu em duas boas oportunidades do ala Leandro Lino e do pivô Charuto. Os paranaenses não conseguiram manter o mesmo ritmo do início do confronto e pouco incomodavam o gol de Djony.

Já Sorocaba seguia com a posse de bola, mas encontrava dificuldades para as melhores finalizações. Quando conseguia achar um bom passe e o finalizar, Deivd aparecia. Como na boa jogada entre Pedrinho e Ricardinho, na qual o camisa 36 conseguiu o chute, mas parou na intervenção do goleiro do Campo Mourão, que conseguiu manter o placar em 0 a 0.

Leia mais  Pietro Fittipaldi renova contrato com a Haas

“Sabíamos da dificuldades que seria jogar aqui. Os goleiros se sobressaíram e está em aberto. Vamos trabalhar firme esses dias e espero que a gente saia com a classificação”, apontou o ala Leandro Lino, ao final da partida, à reportagem da TV Brasil. (Zeca Cardoso)

Comentários