Esporte

Catar e Austrália desistem de participar da Copa América

Segundo secretário da Conmebol, a data bate com as Eliminatórias Asiáticas
Brasil é o atual campeão da Copa América, em 2019. O torneio de 2020 foi transferido para 2021 por conta da pandemia. Foto: Mauro Pimentel / AFP

As seleções do Catar e da Austrália não participarão da Copa América de 2020, adiada para junho deste ano, na Colômbia e na Argentina, conforme anunciou Gonzalo Belloso, secretário-geral adjunto da Conmebol, nesta terça-feira (23).

“A Copa América está totalmente confirmada, mas Catar e Austrália, que pediram para fazer parte, não poderão vir. A Confederação Asiática programou as eliminatórias para o Mundial (de 2022 no Catar) para a mesma data da Copa América”, disse o secretário em entrevista à rádio La Red, de Buenos Aires.

Ainda segundo ele, o calendário de partidas não sofrerá nenhuma alteração. Nos dias dos jogos dos países convidados, as seleções que seriam adversárias estarão de folga. “A Copa terá todo o seu esplendor”, garantiu.

A Copa América seria realizado no ano passado, mas, por conta da pandemia de Covid-19, acabou adiada para 2021, com início no dia 11 de junho, no Estádio Monumental de Buenos Aires, e a final no Estádio metropolitano Roberto Meléndez, na cidade colombiana de Barranquilla.

Ainda não se sabe como a divisão dos países será feita, se permanecerá com dez ou outras duas nações serão convidadas. Antes das desistências, eram 12 seleções participantes, divididas em dois grupos de seis. (Da Redação)

Comentários