Esporte São Bento

São Bento defende invencibilidade de 20 anos contra a Ferroviária

Times de Sorocaba e Araraquara se enfrentam na sexta-feira (8), no CIC
Cotado para o time titular, o meia Tiago Luís ainda não tem condições físicas para atuar 90 minutos – Foto: Erick Pinheiro/Arquivo JCS (24/1/2019)

Ainda em busca da primeira vitória no Paulistão 2019, o São Bento defenderá na sexta-feira (8), no CIC, uma invencibilidade de 20 anos contra a Ferroviária. A última derrota dos sorocabanos para a equipe de Araraquara foi há exatas duas décadas, em junho de 1999, quando a Ferrinha superou o Bentão em Sorocaba por 2 a 1. Desde então, foram nove jogos — segundo levantamento feito pela reportagem — com quatro vitórias beneditinas e cinco empates.

O último duelo entre os dois times foi pelo Troféu do Interior de 2017: empate por 2 a 2 na Fonte Luminosa. Pouco antes, pela primeira fase do Paulista, também em Araraquara, o Bentão venceu por 1 a 0, com um gol de Ricardo Bueno, mesmo placar do triunfo no CIC no ano anterior, com um gol de Éder.

No ano passado, as equipes não se encontraram na competição por integrarem o mesmo grupo na primeira fase. Fora da A1 do Paulistão, a última vez que São Bento e Ferroviária se encontraram foi na Série A2 de 2014 — e o placar do CIC não foi movimentado.

Leia mais  Messi treina e deve reforçar o Barcelona no clássico diante do Real

 

Para o jogo de sexta-feira, embora não tenha suspensos, o técnico Marquinhos Santos já adiantou que não poderá mandar a campo o “time ideal” que tem em mente. Antes do início do estadual, ele havia anunciado que faria um “rodízio” nas primeiras rodadas por conta da maratona de jogos, mas a estratégia permanece mesmo chegando à metade do campeonato. O setor que mais vem passando por mudanças é o ofensivo, já que os titulares da defesa parecem definidos.

O comandante já esboçou o desejo de contar com Tiago Luís como o articulador de jogadas, mas só iniciou com o camisa 10 entre os titulares no duelo contra o Ituano. Ainda abaixo de sua melhor condição física, ele não suporta atuar os 90 minutos e vem sendo usado especialmente no segundo tempo. Em quatro jogos (apenas na estreia contra o Botafogo, em Ribeirão Preto, ele não jogou), Tiago Luís esteve em campo durante 169 minutos e deu uma assistência — para o gol de Diego Ivo, no empate por 1 a 1 com o São Caetano.

Neste ano, São Bento e Ferroviária têm realidades bem distintas no Paulistão. Apesar de ambas chegarem para o confronto vindas de derrota (os sorocabanos caíram para o São Paulo por 1 a 0, enquanto os araraquarenses perderam em casa para o Red Bull Brasil por 2 a 1), o Bentão soma apenas dois pontos, na lanterna do Grupo B e na zona de rebaixamento; enquanto a Ferrinha é vice-líder no Grupo C, com sete pontos, apenas um atrás do líder Bragantino — e à frente do Corinthians.

Comentários

CLASSICRUZEIRO