Esporte

Band volta a transmitir Fórmula 1 após 41 anos

O contrato prevê exclusividade para a exibição das duas próximas temporadas
A Band comprou os direitos de transmissão da F1 das temporadas de 2021 e 2022. Crédito da foto: Nelson Almeida/AFP.

A Band divulgou nesta terça-feira (9) o acerto para a transmissão da Fórmula 1 até o final de 2022. O anúncio confirmou os rumores da última semana, depois de a Globo desistir de acertar a renovação após 40 anos.

“O Brasil representa um dos cinco maiores mercados do mundo em audiência e faturamento da Fórmula 1. Voltar a ser a casa da categoria depois de 41 anos é motivo de muito orgulho para nós”, disse João Saad, presidente da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão.

O contrato prevê a exclusividade para a exibição das 23 provas do calendário da temporada, sendo a primeira delas já em março. As corridas serão exibidas na TV aberta e os treinos classificatórios aparecerão no canal pago BandSports, que também transmitirá a Fórmula 2 e a Fórmula 3.

O anúncio foi feito por José Luiz Datena no Brasil Urgente, ao lado do comentarista Reginaldo Leme, há mais de 40 anos acompanhando a categoria, e da apresentadora Glenda Kozlowski. A Band ainda garantiu que fará uma cobertura extensa da temporada em todas as suas plataformas de comunicação.

A emissora transmitiu a Fórmula 1 pela última vez em 1980. De 81 até 2020, a Globo foi a responsável pelos direitos de transmissão. Em nota que confirma a negociação com a Liberty Media, a Band “parabeniza o Grupo Globo pela grande qualidade técnica e jornalística, que valorizou e elevou a importância da modalidade”.

Comentários