Esporte

Agora é com Mancini

Corinthians estreia hoje novo técnico contra o Athletico-PR, às 21h30
Agora é com Mancini
Anunciado há dois dias, Vagner Mancini tenta trabalhar o psicológico dos jogadores para vencer. Crédito da foto: Rodrigo Coca / Ag. Corinthians (13/10/2020)

Na zona de rebaixamento do Brasileirão, o Corinthians tentará sair do buraco hoje (14), às 21h30, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada. O time vem de uma série de cinco jogos sem vitórias, com três empates e duas derrotas, e estreia o técnico Vagner Mancini.

Ainda sem tempo para fazer grandes mudanças, o novo treinador disse que o momento é de trabalhar o psicológico. “Com dois treinos apenas, é difícil fazer mudança tática significativa, mas é possível mudar atitude emocional, o que pode ser importante fora de casa. Vamos mostrar no treino o que é possível e devolver a confiança no decorrer do tempo. Importante dar um choque para que amanhã (quarta) a gente tenha uma evolução em tudo isso”, declarou em sua primeira entrevista coletiva no Corinthians.

Mancini substituirá o interino Dyego Coelho, que deixou o comando com apenas 19% de aproveitamento dos pontos. Em sete jogos foram três derrotas, três empates e uma vitória. De 21 pontos em disputa, conquistou apenas quatro.

Aos 53 anos, Mancini passará pelo terceiro grande clube do Estado, já tendo dirigido Santos e São Paulo. Em seu currículo, tem o título da Copa do Brasil de 2005 pelo Paulista e quatro estaduais: dois pelo Vitória, um pelo Ceará e outro pela Chapecoense. Mesmo com experiência, ele afirmou que assumir o Corinthians é seu principal desafio. “É a grande chance da minha carreira. Sim, assino embaixo pelo tamanho do Corinthians, pela história”, afirmou.

Sua primeira missão será tentar dar uma cara para o time. Coelho mexeu muito na equipe e não repetiu a escalação em nenhum dos seus sete jogos. Na derrota para o Ceará, ele entrou com Luan de centroavante, deixando Jô e Boselli no banco: derrota por 2 a 1, mesmo o Corinthians com um jogador a mais por no segundo tempo.

“O Corinthians tem de voltar a jogar como acompanhamos nas maiores conquistas, você vai buscar na sua memória o que tem de melhor, de uma era vitoriosa, onde o clube tinha em campo atletas que buscavam o máximo em todas as jogadas, todo mundo sabia a dificuldade de enfrentar o Corinthians não só dentro de casa, tinha uma marca Corinthians. Temos de resgatar para dar confiança e bons resultados. É o passo inicial”, resumiu Mancini, sem julgar o trabalho de seus antecessores.

O Furacão joga sem o atacante Nikão, preservado, e o técnico Eduardo Barros deixou em aberto a possibilidade de começar o duelo com Ravanelli e Geuvânio entre os titulares. O ex-santista, inclusive, retorna de suspensão, assim como o volante Wellington. A outra dúvida é entre Léo Cittadini e Ravanelli.

Com 15 pontos em 14 partidas, o Athletico é o 15º colocado na tabela de classificação. O Corinthians também soma 15 pontos e ocupa a 17ª posição. (João Prata – Estadão Conteúdo)

ATHLETICO-PR x CORINTHIANS

Athletico-PR – Jandrei; Jonathan, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Wellington, Erick, Christian e Léo Cittadini (Ravanelli); Carlos Eduardo (Geuvânio) e Renato Kayzer. Técnico: Eduardo Barros

Corinthians – Walter; Fagner, Gil, Bruno Méndez e Lucas Piton (Sidcley); Gabriel, Ramiro e Luan; Léo Natel, Jô e Mateus Vital. Técnico: Vagner Mancini

Árbitro – Savio Pereira Sampaio (DF)

Local – Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Horário – 21h30

Comentários