fbpx
#Eleições2018 Brasil Sorocaba e Região

Jair Bolsonaro, do PSL, vence em Sorocaba com quase 214 mil votos

O candidato do PT, Fernando Haddad, ficou em segundo lugar em quatro zonas eleitorais da cidade
Candidato do PSL venceu em todas as zonas eleitorais de Sorocaba. Foto: AFP / Mauro Pimentel

Jair Bolsonaro (PSL) recebeu 213.599 votos em Sorocaba, o equivalente a 59,07%. Ele teve praticamente cinco vezes o número de votos do segundo colocado, o petista Fernando Haddad, que recebeu 45.263 (12,52%). Em terceiro vem Ciro Gomes, com 37.589 (10,39%), seguido pelo ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), com 29.579 e João Amoêdo (Novo), que fecha a lista dos que chegaram a pelo menos dois dígitos na casa dos mil: foram 17.798 (4,92%). Com menos de 8 mil votos juntos, Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles ficaram na casa de 1% seguidos por Guilherme Boulos (Psol), Alvaro Dias (Pode) e Cabo Daciolo, com menos de 1%. Eymael (DC), Vera (PSTU) e João Goulart Filho (PPL) somaram menos de 250 votos cada. Os dados são referentes à apuração de 99,94% das urnas de Sorocaba, já que até o fim da noite de ontem restava uma seção a ser contabilizada num total de 176 votos.

Leia mais  Prefeitura de Sorocaba fará alterações no projeto de reforma administrativa

Para governador, João Doria (PSDB) teve 120.307 votos (38,38%), quase o dobro do segundo colocado Paulo Skaf (MDB), que recebeu 62.983 (20,09%). O atual governador em exercício, Márcio França (PSB), que disputará o segundo turno com Doria, teve 47.924 votos (15,29%). Em quarto vem Luiz Marinho (PT), com 31.140 votos (9,93%), seguido por Major Costa e Silva (DC), com 15.936 (5,08%), Rodrigo Tavares (PRTB) com 12.712 (4,06%), Professora Lisete com 10.959 (3,50%) e Rogério Chequer (Novo) com 10.870 (3,47%). Muito abaixo, com menos de 500 votos, vêm Prof.º Claudio Fernando (PMB) e Toninho Ferreira (PSTU).

Senado

No que se refere à disputa pelo Senado Federal, o cenário registrado em Sorocaba repete o quadro geral do Estado: os mais votados foram os dois eleitos, Major Olimpio (PSL), com 158.215 votos (29,14%) e Mara Gabrilli, com 98.262 (18,10%). Em terceiro lugar ficou Eduardo Suplicy (PT), com 64.084 (13,80%) seguido por Tripoli (PSDB), com 49.978 (9,21%) e Maurren Maggi (PSB), que recebeu 37.755 votos (6,95%).

Deputados

A jurista Janaína Paschoal (PSL) foi a candidata a deputada estadual mais bem votada em Sorocaba: ela somou 39.691 votos (12,26%) do eleitorado local. Em segundo lugar ficou Raul Marcelo (Psol) — não eleito –, com 32.444 (10,02%), seguido de Maria Lúcia Amary (PSDB) — eleita –, com 29.801 (9,20%), Jaqueline Coutinho (PTB), com 22.737 (7,02%) e Hamilton Pereira (PT), com 15.206 (4,70%).

Leia mais  Bolsonaro exclui Defesa e Ciência de cortes de verbas em 2020

Entre os federais, Vitor Lippi (PSDB) foi o mais votado e garantiu a reeleição: 61.971 votos (18,79%), à frente de Eduardo Bolsonaro (PSL), com 32.841 (9,96%) e Joice Hasselman (PSL), com 17.360 (5,26%). Quarta e quinta colocações foram ocupadas por Vitão do Cachorrão (MDB), com 16.796 votos (5,09%) e Izídio de Brito (PT), com 16.067 (4,87%), respectivamente.

Brancos, nulos e abstenção

Sorocaba registrou uma abstenção de 56.168, o equivalente a 12,25%% entre seus 458.763 eleitores. Com isso, o número de votantes supera os 402 mil. Nas eleições municipais de 2016 foram mais de 89 mil que deixaram de ir às urnas, o equivalente a 19,45% do eleitorado da época. O número de votos nulos na cidade foi de 59.441 (14,77%) enquanto os brancos chegaram a 24.910 (6,19%). Já os anulados foram 4.615 (1,15%). Nesse contexto, o número total de votos válidos em Sorocaba neste primeiro turno foi de 313.453 (77,89%). Os dados são do sistema oficial da Justiça Eleitoral.

Comentários