CARTAS


Biometria




Não bastasse o nível rasteiro da atual política brasileira, o eleitor tem ainda que enfrentar as barreiras propostas pelo TRE, que dificultam ainda mais o estímulo ao cidadão de exercer o direito do voto.

Vejo através das notícias deste jornal que o cadastramento biométrico poderia ser feito através do ônibus itinerante. Me programei para isso, saindo de minha residência às 15h em busca de regularizar meu documento. Qual minha desagradável surpresa quando, ao me dirigir ao funcionário (às 15h50) fui informado que não havia mais senhas. Brincadeira de mau gosto e horário não cumprido. Assim fica difícil.

A informação do horário divulgada pelo TRE deve ser dirigida única e preferencialmente ao usuário. Quanto à logística de seus funcionários é problema do órgão, não do usuário. Melhor repensar se vale mesmo a pena.

JOSÉ ORIVALDO SIMONETTI


Resposta - O ônibus da biometria é um projeto novo. Sua capacidade para atendimento é de 300 pessoas. Nesses primeiros dias da iniciativa, o agendamento manual tem se esgotado logo na primeira hora. O município de Sorocaba passa pelo cadastramento biométrico obrigatório, com prazo até 23 de março, o que tem provocado grande demanda nos postos de atendimento eleitoral.

Além do ônibus, o cidadão pode ser atendido nos seguintes locais:

Posto de Biometria no Shopping Iguatemi Esplanada:

Segunda a sexta, das 9h às 19h.

Sábados de março (3, 10 e 17): das 11h às 18h.

Endereço: avenida Profª Izoraida Marques Peres, 401.

Cartórios eleitorais:

Segunda a sexta, das 9h às 18h.

Domingo (18) de fevereiro e sábados e domingos de março (3, 4, 10, 11, 17 e 18): das 9h às 16h.

Endereço: praça da Maçonaria, s/nº, Jardim Paulistano (prédio do antigo Fórum).

Poupatempo:

Segunda a sexta, das 9h às 17h.

Sábado, das 9h às 13h.

Endereço: rua Leopoldo Machado, 525, Centro.

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO


Lixo no Wanel Ville




Há mais de três anos, estou na luta para que sejam colocadas placas de "proibido jogar lixo e entulho" nas áreas em torno da rua Paulina Bersani Migliori, no Wanel Ville IV.

Aberto protocolo de solicitação na Prefeitura, o setor responsável informa que foi resolvida a questão, pois a fabricação de tais placas está em processo de licitação -- sendo que depois é dito que as placas foram confeccionadas erradas, que a quantidade foi pouca e a demanda grande, bem como todo o tipo de justificativa.

Ou seja, o problema não está solucionado, pois a luta para a colocação das placas permanece a mesma. O problema no local somente se agravou, dado o fechamento de muitos ecopontos, além do fato de não termos contêineres de lixos, o que estimula as pessoas -- que estão preocupadas em não causar problemas apenas na porta de suas próprias casas -- a jogar lixo e entulho em frente à casa de outros cidadãos, sem se importar com o problema causado a terceiros.

A falta de fiscalização, tanto para áreas públicas quanto para áreas particulares, é tremenda e nenhum resultado é palpável quando denunciada a placa do veículo que jogou lixo e entulho. É decepcionante a Prefeitura adotar tal postura de descaso para com os cidadãos.

LUCIANO FERNANDES

Resposta - Caro Luciano, informamos que a fiscalização da Secretaria de Conservação, Serviços Públicos e Obras (Serpo) monitora o local constantemente. No dia 7 de fevereiro, no momento da vistoria, foi constatado que a área está bem conservada e sem vestígio de descarte irregular de resíduos, ou seja, não existe formação de lixão e entulhos a céu aberto.

De qualquer forma, entendemos que a instalação de uma placa "proibido descarte de resíduos" ajudará a coibir os possíveis descartes irregulares e ela será fixada dentro de alguns dias. Com relação ao mato, a Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins, realizou recentemente roçagem no local. Quanto ao serviço de coleta mecanizada através de contêineres, informamos que em breve todos os bairros da região oeste serão atendidos, inclusive o Wanel Ville IV.

PREFEITURA DE SOROCABA


INSS




Peço novamente ajuda em um assunto que está me causando transtornos e tem se mostrado impossível de se resolver sozinho.

No início de fevereiro, fui receber minha aposentadoria e, para minha surpresa, apesar de o aumento concedido pelo governo ter sido pequeno, recebi um valor menor que o dos meses anteriores.

Imprimi o holerite do mês e para minha surpresa descobri um desconto em nome de uma tal ANAPPS no valor de R$ 61,35. Ocorre que tive aumento de aproximadamente R$ 62 e tive aumentado o IR retido na fonte em R$ 9. Com esse desconto, entrei na ridícula situação de ter aumento para ganhar menos. Tentei ligar umas 20 vezes para o número 135 do INSS e não consegui ser atendido. Tentei ligar umas outras tantas vezes na ANAPPS e também não fui atendido. Trata-se de uma associação da qual nunca ouvi falar, nunca assinei nenhum tipo de adesão e nem conhecia.

O que quero é que estornem o valor já descontado e cancelem qualquer tipo de futuros descontos não autorizados, além de saber quem de dentro do INSS passou minha informações particulares para tal associação sem meu conhecimento e autorização.

JARBAS PAES DE SOUZA FILHO


Resposta -
Os segurados nessa situação podem procurar a agência da Previdência Social responsável pelo pagamento do benefício e apresentar requerimento solicitando a exclusão dos descontos e devolução dos valores já cobrados por essa associação. A exclusão do desconto é feita pela própria unidade do INSS e, se for solicitada antes da data de processamento do próximo pagamento, os segurados não terão o desconto no mês subsequente.

No caso da devolução de valores já pagos, o INSS vai entrar em contato com a associação citada, para verificar se o desconto segue as regras definidas pelo instituto, para que a entidade possa fazer esse tipo de cobrança no benefício de um aposentado, como, por exemplo, a autorização expressa do beneficiário.

Qualquer aposentado que discorde de desconto em seu benefício feito por associações pode pedir essa exclusão e devolução desses valores na própria entidade ou na unidade do INSS responsável pelo pagamento do benefício.

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL SUDESTE I - SP