Economia

Tarifa bancária varia até 260%, aponta Procon

A tarifa cobrada de clientes por serviços bancários tem diferença de até 260% de um banco para outro. A Fundação Procon-SP fez pesquisa com seis instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, CEF, Itaú, Safra e Santander. Foram comparados os serviços prioritários e os pacotes padronizados vigentes em 6 de junho de 2018 com as praticadas em 6 de junho de 2017.

Entre os serviços prioritários, a maior diferença foi de 260%, relativo a “Operações de câmbio venda de moeda estrangeira (cheque de viagem, emissão/carga e recarga de cartão pré-pago) e compra de moeda estrangeira (cheque de viagem e cartão pré-pago)”. O menor valor, de R$ 25, era praticado pelo Bradesco e o maior, de R$ 90, pelo Safra.

No pacote ou cesta de serviços, a maior variação foi encontrada foi no Pacote Padronizado 4, com o menor de R$ 31 no Safra e o maior de R$ 41 no Itaú, diferença de 32,26%. Segundo o Banco Central, todos os clientes com conta bancária tem direito a serviços essenciais: dez folhas de cheque a cada mês, quatro saques, dois extratos dos últimos 30 dias e duas transferências entre contas da própria instituição. Se utilizar mais serviços, o cliente tem que pagar por um pacote, que são de quatro tipos: 1, 2, 3 e 4.

Leia mais  BC aprova emissão de R$ 17,5 bi em títulos para ajudar bancos

De acordo com o BC, a contratação do pacote não é obrigatória, não podendo ser imposta pelo banco. É importante também ficar atento para não extrapolar a quantidade de serviços no pacote contratado, assim evita-se pagar também a tarifa individual do serviço.

Comparando os valores praticados em 2017 e 2018 pelos bancos pesquisados, referente aos quatro pacotes padronizados, verificou-se que o valor médio aumentou em todos, sendo a maior variação positiva no pacote padronizado 4, de R$ 35,76 para R$ 38,09, uma elevação de 6,53%, conforme o Procon.

Na comparação por banco, entre os valores praticados em 2017 e 2018, a maior variação foi encontrada no Bradesco, de 102,53% e relativo ao serviço “Pagamento de contas utilizando a função crédito cartão de crédito básico”. Em 6 de junho de 2017 o custo do serviço era R$ 7,90 e em 6 de junho de 2018, R$ 16.

Comentários