Economia

Reguladores acusam CEO da Tesla, Elon Musk, de fraude na Bolsa

A alegação é de que ele induziu investidores ao erro no mês passado ao tuitar sobre tirar a companhia da Bolsa de Valores
A alegação é de que ele induziu investidores ao erro. Crédito da foto: Spencer Platt/Getty Images/AFP

A Comissão de Títulos e Câmbio (SEC) dos Estados Unidos nesta quinta-feira acusou o CEO da Tesla, Elon Musk, de fraude de valores mobiliários, alegando que ele induziu investidores ao erro no mês passado ao tuitar sobre tirar a companhia da Bolsa de Valores.

Musk tuitou em 7 de agosto que ele tinha fundos para sair da bolsa, pagando US$ 420 por ação, o que provocou um breve pico no preço dos títulos da Tesla.

A SEC disse que os pronunciamento de Musk no Twitter foram “falsos e enganosos” e que ele nunca tinha discutido esse plano. (Estadão Conteúdo)

Comentários