Economia

Que tal levar a Festa Junina para dentro de casa neste ano?

Kit de produtos típicos é opção para quem não abre mão do evento tradicional
Cestas podem conter desde bebidas e doces a sopas e lanches. Crédito da foto: Arquivo Pessoal

Neste ano, junho, um mês tradicionalmente aguardado, frustrou os amantes da popular comemoração de São João — tão famosa entre sorocabanos e moradores da região –, por conta do cancelamento dos festejos em decorrência da pandemia. Nas redes sociais, posts bem-humorados e desabafos ilustram a falta que o evento fará. Mas, e se fosse possível levar o clima junino para dentro das casas?

Essa foi a ideia da professora aposentada Nelci Ortiz Dantas, que trabalha na confecção de cestas temáticas, à frente do N Momentos Especiais. Ela resolveu dar vida a um kit que represente o mês de junho e a festividade preferida de muitas pessoas. “Nós pensamos, por que não levar essa festa para dentro das casas? Proporcionar esse momento, já que muitas pessoas estão, e devem ficar mesmo, em seus lares”, conta Nelci.

Assim, surgiu a cesta Arraiá Dêndicasa, composta por lanches de pernil, vinho quente, quentão, canjica, maçã do amor, doce de abóbora, paçoca, maria-mole, pé de moleque, amendoim e pipoca. Segundo a aposentada, a procura tem sido grande. “Acabamos de vir de um dia das mães de muitas encomendas e a cesta de arraiá tem seguido o mesmo ritmo. Do planejamento inicial, já estamos repondo praticamente tudo, para atender à nova remessa”, afirma.

Leia mais  Pfizer prevê implantação de vacina contra Covid-19 na América Latina

O sucesso, na opinião de Dantas, se deve à paixão do brasileiro pela festa que carrega em si a simplicidade caseira. “A festa junina representa esse clima de união e traz todas essas delícias que são feitas pelas mães e avôs, e de receitas que passam pela família. É a cara do brasileiro e resgata uma pureza de vivência plena, mesmo na simplicidade. Infelizmente esse momento não tem como ser vivido por inteiro agora, mas nós ajudamos a fazer acontecer. Os posts nas redes sociais e as reações são sempre uma resposta da concretização desse desejo”, comemora Nelci.

Tradição em Votorantim

Em 2019, a Festa Junina de Votorantim recebeu mais de 400 mil pessoas nos 20 dias do evento. Este ano, sua 105ª edição, que havia anunciado entre as atrações o cantor Roberto Carlos, foi adiada para novembro. Mas, além da grande comemoração, que ocorre na Praça Lecy de Campos, também acontecem as festas caseiras, como a que a família da comerciante Mariana Ribeiro dos Santos Lopes realiza. Neste ano, a festança foi “encaixotada” e chegará para mais pessoas.

Leia mais  'Tempo vem provando que estávamos certos sobre pandemia', diz Bolsonaro ao G-20

“A Festa Junina já é uma festa tradicional na minha família e há mais de dez anos meus pais fazem essa festa na casa deles. Este ano, como nós não iríamos poder fazer em casa, nós resolvemos fazer mini festas juninas para todas as famílias. Aproveitamos esse momento para poder enviar uma festa junina na caixa”, conta Mariana, que batizou o produto que está sendo vendido por ela nas redes sociais de “Caixa Junina da tia Su”, em homenagem à sua mãe, que é quem faz todas as comidas da festa.

Na caixa, itens que não podem faltar no evento familiar: sopa de cebola, sopa de mandioca com carne, vinho quente, quentão, chocolate quente, canjica, lanche de pernil e bolo de milho.

Segundo a comerciante, a ideia foi divulgada na internet e amigos da família que aderiram à iniciativa fizeram com que os pedidos aumentassem, ajudando na propaganda. “A caixa vai levar o clima para as famílias; e, enquanto elas comem, podem lembrar coisas boas e perder a tensão de tudo isso que está acontecendo, esquecer todas as coisas ruins que estão em volta da gente”, espera Mariana. (Nicole Bonentti)

Comentários